Terça-feira, 9 de Dezembro de 2003

O Sentido da Vida (Parte 495)

Olá caros bovinos, o mongo está de volta.

Deste vez, quero-vos falar do sentido da vida. Porque é que estamos aqui? Quem nos pôs cá? Para quê? Bom, parecendo dificil não é nada fácil. Provavelmente, esta merda toda começou há 13.9 mil milhões de anos numa ultra-hiper-tera-super-fantástica-maior-que-as-beiças-da-manuela explosão que alguns nerds gostam de chamar Big Bang. Para os religiosos matematicamente avançados pode ser encarada com deus (sim, esse gaijo) a dividir por zero. Para o resto da pessoas normais foi apenas uma explosão resultante de um espaço com volume zero e densidade infinita. E não, não fez barulho, nem foi luminosa. Foi uma poderosa bufa (Aguardente, esta foi pra ti). Também há quem diga que se deus tivesse usado preservativo nesse big bang teria sido mais fácil pra toda a gente, e isto per se, poderá no futuro vir a explicar muita coisa.

Depois disso, a matéria como a conhecemos era tipo simples. Primeiro ceninhas pequeninas, que se foram agrupando em cenas mais complicadas, tipo protões e merdas do género, etc, etc até que começou a haver Hidrogénio e luz. Depois a partir daí foi muito fácil, a coisa foi arrefencendo, a matéria foi-se agrupando em pequenos nucleos, e formaram-se as primeiras estrelas e galáxias.

No nucleo das estrelas o hidrogénio ia-se transformando em hélio, num processo tipo legos, todos a juntarem-se ao molho e tal puxados pela enorme gravidade. Em algumas estrelas maiores, que acabavam com um grande explosão, essa força era ainda maior e fazia, portanto, legos ainda maiores. Tipo: Oxigénio, Ferro, etc, etc

Depois a partir dos restos das formações de novas estrelas, à volta de algumas delas formaram-se calhaus redondos e bolas de gás. Em alguns desses calhaus é provável que algumas moléculas, a que a gente chama organicas, se tivessem começado a agrupar de todas as maneiras e feitios dentro de água. E aleatoriamente algumas desses moléculas desenvolveram mecanismos, depois de quadriliões de combinações e recombinações diferentes, de se autoreproduzirem. Então, as que se autoreproduziam começaram a ser mais que as outras, porque tinham arranjado maneira de fazer passar no tempo a sua estrutura.

Pois, e assim nasceu a VIDA. Essa vaca tão importante para nós, seres vivos. O sexo veio depois e ninguém ainda sabe muito bem porquê. Há quem diga que foi por causa de um calhau que se espetou na terra. Ficam aqui os agradecimentos para quem enviou o gaijo contra nós.

A partir daí, essas moléculas foram-se combinando novamente, mas aí com a vantagem que conseguiam manter a estrutura original, foi o nascimento dos legos de caixa, e foram sendo cada vez maiores e mais especializadas, umas lavavam a louça, outras limpavam a casa de banho, etc, etc. Até que começaram a sair fora de água e tal. Há quem diga que isto foi um acontecimento bastante infeliz. Teria poupado muito sofrimento a muito boa gente.

Depois foram aparecendo animais cada vez mais complexados (ehe) sempre a obedecer à lei do mais forte. Os mais fortes sobreviviam, fodiam as bichas mais boas e faziam passar no tempo a sua estrutura; enquanto que os mais fracos eram gozados na escola, não comiam gaijas nenhumas, ficavam gays, comiam-se uns ao outros e não faziam passar a sua estrutura fosse para onde fosse. Até que houve uns macacos que desceram das árvores, péssima opção mais uma vez, e começaram a fazer ferramentas e a andar à john travolta e o caralho. Fun tótil!

E pronto, até hoje, e lá no fundo, não somos mais que uma maneira de a matéria fazer passar uma estrutura ao longo do tempo. Como? Fazendo sexo e cuidando dos próximos. Muito fácil. Basicamente, é exactamente para isso que estamos aqui. Claro que também somos uma maneira de a matéria se conhecer a si própria, e isso permite-nos ver televisão, escrever livros, ter melhor sexo, ser mais eficaz, ir à lua, a marte, bla bla bla etc pardais ao ninho.

Isto tudo explicou: o donde: Big bang; o porque: por acaso; e o como: como acabamos de ver.

Pergunta o incauto leitor: "Mas antes do Big Bang, o que é que havia?" Bom, seu ignorante, não havia absolutamente nada. Porque não havia nem tempo, nem espaço. É a mesma coisa que perguntar quantos elefantes estão dentro de uma garrafa de coca-cola. Não é preciso ver nem saber, não cabem e mai nada.

E agora... PARA QUÊ tudo isto?

Bom, para NADA. A nossa estrutura é passada para os nossos filhos, mas a consciência, a tal maneira de a matéria se ver a ela própria fica por aí. Morre, desaparece. A não ser aquela que é transmitida aos rebentos. Por isso há cultura, etc. Mas a consciência pessoal morre, fina-se, kaput, game over. E ficamos neste esquema tipo pescada de rabo na boca. Claro que a cultura acumula-se. E depois? No fim vai tudo pró caralho. Mesmo. Se não for um calhau a extinguir a vida toda na Terra, vai ser o Sol que vai, mesmo, deixar de brilhar. Se não for isso, vai ser o Universo que vai acabar, ou numa grande implosão, ou então, num vazio total.

Enquanto o leitor leu este chorrilho de disparates, toda a matéria apodreceu mais um bocado. Ah pois é! Nem os protões duram para sempre!!!! Vão apodrecendo aos poucos...um dia ,SPLAT!, vão todos pra grande vaca que os pariu. Mesmo que não fosse isso, o espaço-tempo vai-se expandir tanto, que toda a matéria vai ser tão esticada até, PFFFFF, se evaporar no vazio.

Façam o que fizerem vamos todos MORRER, desaparecer, somos um fenómeno transitório!!! Tipo um broche por fora duma personagem duma novela da TVI. Um peido cósmico, é o que nós somos.

Ah...e não pensem que por viver uma vida completamente hedonista nos solos férteis de paneleirice do electroclash, ou por passarem a vida a rezar por causa dum terrorista que foi espetado em dois paus, vos vai salvar seja do que for. Qualquer episódio de felicidade não passa disso mesmo. De um efémero episódio. O total, o real, é a Morte, o Nada.

Tenham pois todos uma boa semana de escravidão ao capitalismo, ou de puro hedonismo , consoante o caso. E não se esqueçam, o relógio não pára.

publicado por Bisbilhoteiro às 06:24
link do post | comentar | favorito
|
8 comentários:
De nataruskas a 10 de Dezembro de 2003 às 04:42
No fundo tudo isto não é mais nada que comunicação...Toda a chamada evolução do universo tinha e tem um fim o da comunicação, mas enquanto antes a comunicação se propagava de geração para geração hoje corre à velocidade da luz...o que me faz pensar na qualidade da informação será esta proporcional à quantidade? Estaremos realmente a evoluir ou simplesmente a descer de cavalo pa burro? "(...)SPLAT, vamos todos pra grande vaca que nos pariu..."


De fenomenal_tatts a 10 de Dezembro de 2003 às 04:28
Eu , fundador do PHP , partido hedonista português , nego que a vida não seja mais que hedonismo!!!!


De mongomonarquico a 10 de Dezembro de 2003 às 02:29
Bom...essa do peão e do cheque-mate seria capaz de por o Paulo Coelho a lamber a sanita da Paula Bobone! Meu deus! Mas que profundo! Em relação ao Damásio, irei no futuro falar desse bandalho e de muitos outros. Obrigado pelas palavras amigas! Um grande bem haja.


De ldk a 9 de Dezembro de 2003 às 18:38
Uma boa semana para ti também... esses neurónios quando querem até apresentam teorias interessantes. Como diria Descartes (se bem que o Damásio discorda)...é o pensar que nos dá existência... mas o pensamento não é nada se não obedecer a exteriorização e a existência é efémera. O Homem está condenado a ser um peão derrubado num Universo a caminhar para o xeque-mate.


De Beta_do_pipi a 9 de Dezembro de 2003 às 14:42
EU NAO PRECISAVA DE SABER ISSO! AGORA DEIXEI DE SER INCONSEQUENTE, AGORA SEI! PORRA!


De sidsidsid a 9 de Dezembro de 2003 às 14:38
"No nucleo das estrelas o hidrogénio ia-se transformando em hélio, num processo tipo legos, todos a juntarem-se ao molho e tal puxados pela enorme gravidade. Em algumas estrelas maiores, que acabavam com um grande explosão, essa força era ainda maior e fazia, portanto, legos ainda maiores." --> HAHAHHAHAHHAAH, ó rapaz diz isso aos tiburcios da islão, que eles dizem-te "ná ná ná, á 20 virgens malucas nuas lá no paraiso pra cada bomba ca gente explodir". :D . Mongo Monocolor RULES!


De RiSinG a 9 de Dezembro de 2003 às 13:20
Ó merda. está um gajo despreocupado a fazer contas às nhetas que tem batido, tem sempre de vir um mongo qq lembrar de coisas complicadas e deprimentes como a efemeridade e a formatação sem retorno, e a afastarme do meu Zen de baba e de ranho. Falem de futebol, sei lá, falem mal de tias, e dos sei lás, sei lá e falem dos ídolos, do Marco Paulo e das doenças que ele apanha a gente sabe bem como. falem dessas merdas inofensivas que dá para pôr dentro de caixinhas, rotular, enviar para o timbuktu, dar um peido e seguir em frente (força da propulsão) e nao tenho amis nada para dizer


De ignatz a 9 de Dezembro de 2003 às 06:31
Ora aqui está um exemplo de que a astronomia pode ser ensinada a bimbos.... e até com asneiradas!!!

parabens mongo, pois de mongo nada tens e tu sabe-lo ;)


Comentar post

.PodCast




.pesquisar na Vaca

 

.Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Katya Da Bimba

. Dicionário Japonês

. Blowtime

. Conversas com o Doctor Ho...

. Passion Pit: Manners

. Um asno sem sentido único...

. Relembrar a PAM#7

. Relembrar a PAM#6

. Relembrar a PAM#5

. Relembrar a PAM#4

. Youtube fuck off

. Relembrar a PAM#3

. A Vaca é Moral

. Conversas com o Doctor Ho...

. Paulo Pedroso chupa-me o ...

. FC PORCO é campeãum...

. História com continuação

. Ryu paneleira da praça

. Roisin Murphy para vocês ...

. Satanás Loves Padre Pedóf...

.arquivos

. Abril 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

. Dezembro 2003

. Novembro 2003

.tags

. todas as tags

.links

.subscrever feeds

.Rádio FLAMA ETERNA

http://84.90.106.32:8000

.Translation

.Meter

eXTReMe Tracker

.Cena

blogs SAPO

.subscrever feeds