Terça-feira, 24 de Fevereiro de 2004

Transsexual

</p>

publicado por Bisbilhoteiro às 02:31
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|
Segunda-feira, 23 de Fevereiro de 2004

Momentos de perfeita coçeira nas costas

Caso voces soubessem que dentro de uma casa estava uma mulher a ser violada, o marido a espancar os filhos com grande brutalidade, a menina mais nova a prostituir-se com um adulto e um tipo a partir os móveis, que faziam?

Mas lembrem-se, oferecer aqui 20 E a quem me der resposta mais rárpida e coerentemente a uma pergunta. A pergunta está em cima.

Dicas:

Eu ia falar com o tipo que esta a partir os moveis a ver se dava uma ajuda aos putos que estao a ser espancados pelo pai, diria ao homem que esta a violar a mae, que ha uma muida jovenzinha a prostituir-se, e depois de ter ambos viladores no quarto da miuda, chamava o pai dos putos para falar com esse senhores. Não posso responder com tom absoluto a essa pergunta, se é bom ou mau é relativo a muitas variantes.

publicado por Bisbilhoteiro às 18:32
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

#guestroom

Era uma vez ... desilusões ... e a vontade de tudo que tarda ... e a dor que já chegou mas não parte ... perdoar uns porquê se faço o mesmo com outros ... e ficar longe dos barcos que partem ... deitar por terra acontecimentos e saudações vãs ... comprar o esquecimento com um cheque duvidoso ... mortos em pé os que dizem uma vez que algo não vai bem ... ver mais um filme sem vontade ... gostar de mais ninguém a não ser ... esperar sempre ... ler mais um livro ... saber se estou a fazer a "coisa" certa e comprar mais algo que a vote ao esquecimanto ... nunca ter para ser um descontente crónico ... ter um motivo para a bipolaridade de nós todos , uns mais que outros ... escondido das responsabilidades , ser sempre o último da fila mesmo quando não há ninguém à frente ... receber cartas sem nada dentro ... números falhados que teimam em desaparecer ... ter a solução que outros me dão ... e aceitar , de cara séria , de espirito tranquilo , de vontade ...
chorar seria bom , escorrer prantos com aqueles que também já nada são ... mais uma viagem , chata e com cheiro a monotonia crónica ... apontar os planos em folhas prontamente apagadas pela chuva ... esperar , um , dois , três dias por algo que nunca vai ser diferente ... a sorte de uns , a dor de outros , a minha dor pouco invejosa mas que doi na mesma ... querer gritar e não conseguir ou não querer , nem ter paciência ... meu amigo ... meu crápula ... welcome to the #guestroom ...

publicado por Bisbilhoteiro às 17:44
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Argumento adaptado

Manuel foi com as amigas lésbicas, mas ambas têm namorado neste momento, apesar do detalhe, gostam de presumir que são as melhores cabras "à la james dean" do bairro 3 do Alcatroal do campo. "Que se fodam as putas da rua de cima" - diz Patty. Manuel perguntou-lhes com o segundo queixo em sintonia com a beiçola de gordo: "Querem ir ao cinema miudas?". Acederam positivamente. "Cinema com elas, putas cas pariu" - Pensou a mãe duma delas. Só sabe que a cena das lésbicas é mau, chega-lhe isso.

Até que um dia o marido depois de exautiva conversa com a progenitora de Luisa, ai sim! Fodeu a miuda toda, não é que lhe cozeu os lábios da vagina, e a mãe ao lado a recitar algo da biblia: "e vais arrepender-te, e vais isto, e vais aquilo" - foi mais ao menos assim. Fodeu a miuda toda, foi parar ao hospital da Santa Maria. Coitada. Pau e amor, era tudo o que ele queria para a filha.

Queria um carro e um cigarro, nada disso, foram-lhe ao cu. É a historia do Manuel.

A Luisa andou o verão toda a cicatrizar a vagina. O pai teceu-lhe elogios: "boa menina". Ela vomitou no dia em que cheirou melão, estava grávida dum malandro qualquer. A vizinha de cima tinha um buraco na cabeça, e peidava-se o dia todo, em reforma, em solidão constante, não havia alma anónima que lá fosse, ao que seja.


Por ter sido violado pelos bombeiros, Manuel ganhou o vicio de ir acompanhado ao cinema.. SEMPRE! Ele passa-se senão for. Algures na rtp1, naquele programa de pessoas estupidas com quadrados nas camisas, com paneleiros em tudo o que é sitio, aparece a pergunta a soar: "Quantos kilos são precisos para apanhar uma overdose de haxixe", Manuel borra-se todo. "meio kilo" - diz a puta de amarelo. "Ganhou, diz o paneleiro", e continua: "Luanda é a capital de um país Africano. Que oceano é que o banha?", escorrem respostas por aquele pantano de merda: "depende do fisico de cada um", "atlantico", "isso é relativo, que raio de pergunta é essa?", a puta gorda só diz: "atlântico ou Indico, Atlantico ou indico" - estupida do caralho. O paneleiro diz: "10 pontos ali para o jovem Amilcar" - risos generalizados do publico claramente imbecil. O puto ainda manda uma anedota: "Foda-se se nao soubesse onde era angola, era lindo era..." - risos generalizados. O paneleiro manda mais uma: "Onde morreu Napoleão?", e começam a cair mais respostas, todos querem ganhar: "na AMERICA DO SUL!", "na cama", "NA ilha", "No chão", "na banheira", "frança"... Manuel esconde-se e vai ao cinema. Está decidido, ele e as lésbicas.

Foram ao cinema, e ainda ouviram Manuel: "vais jantar com a gente a uma tasca em lisboa?" - elas pararam, e organizaram-se. Luisa estava mal, e Patty não percebeu o singular da frase de Manuel, dizendo para a trupe: "Mas nós somos mais que uma, ele devia ter falado no plural não é?". Alguém disse. "Dah". Cheirava a cona, quando o vento soprava para este lado.

"Ana, os meus fundamentos são cristo e o bem" - diz alguem para Ana.

Elas pararam outra vez, a tempo de verem um enxame de moscas a colidir contra uma montra de chocolates, JoaoHomemMerda, JoaoHomemMerda, JoaoHomemMerda, estava ao fundo da rua escrito. E foram ver de perto, pertinho. O sporting estava a perder contra o gil vicente, chovia, e Manuel ia ao cinema.

Os gajos entram lá no cinema, muito feio por acaso, sentam os cus, encostam-se as cadeiras, e a pele absorve aquele impacto, fantastico o som dos corpos nas cadeiras. Amplificado seria melhor. "Apanhei das maiores cadelas de sempre" - diz um gajo atrás. "desta vez foi do caralho" - diz o mesmo rapaz. "Comi a puta toda dentro do bar, com arroz e almondegas" - repete-se duas vezes com: "Bananas, bananas". Mas a postura ficou na rua, Manuel levantou-se, estava escuro, e foi à casa de banho, entra vê os urinois e tira colheres de chá do bolso. "huhu" - faz o ritual da chávenazinha.

"chocapic faz o meu caralho ficar um stick, e feche o televomovel durante o filme" - algo assim, ouve luisa e lê luisa aquando do começo do filme. "tenho uma amiga que andou atras do namorado pa lhe enfiar os dois dedos, e la conseguiu" - Disse Patty para Rina, Rina diz: "ela ao namorado?", Luisa diz: "Dah! conseguiu partir um dente do ciso a comer bolaxas", Luisa repete-se e é ignorada o resto do filme. Rina diz: "as gajas curtem qotsa, têm ke ser freaks, a audição de song for the dead dos qotsa é algo brutal" - e no confim deste emaranhado de pensamentos musicais, é assediada por uma mão amiga do banco de trás. Nada diz, cala-se e pensa quem será, cucu, quem será. Patty continua o discurso: "e com piercings na coninha, piercings na rata é um turn off do caralho, mas eu curto, mamilos e tal é do 'se bem, agora na rata é naquela.", Manuel masturba-se entretanto.

O tempo passa, o filme é uma merda muita mázinha mesmo. E patty continua a sua dicção: "essas gajas normalmente xumbam 3 vezes no codigo, e passam à 4ª pq fazem uma mamada ao instrutor" - Intervalo do filme. Luisa levanta-se da cadeira, e ergue os braços, e está viva e diz às amigas que curte viver, e é muita maluca, e coisas do género como: "conedo pau! Cena! basicamente pintelhos que nao sejam os teus, eu estou apaixonada caralho!". E ficam todas a olhar para ela, com os olhinhos bem abertos, 20 lesbicas a olhar para ela, silêncio.

Manuel masturba-se e não consegue vir-se. A glande está vermelha muito mesmo, de esforço. Entra a negra da limpeza e começa a cantar: "Home é bom! Carne da boa, com puré di batata mais bocados restos di batata frita e ainda tem duas", e não vê Manuel, este esconde-se ao fundo da WC publica. Ela continua: "Comer, estao meio verdes, mas parecem fixes, um iogurte gigante, e bolaxas de água e sal, ... tou felizzzzzz", nisto entra... Imaginem quem! O Senhor ministro da defesa PAULO PORTAS à conversa no seu telemovel: "...aquele formato ergonomico da garrafa não foi pensado em vão! Um gajo enfia o cu nas garrafas de litro e meio sa sagres, e deixa cair até onde der, curto a cena da garrafa ergonomica, mesmo a pensar no pessoal... click" - Paulo Portas está a finalizar a mijinha.

Manuel entrou na sala escura. O segurança viu, e foi atrás.

publicado por Bisbilhoteiro às 04:45
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Domingo, 22 de Fevereiro de 2004

ARGUMENTO

ARGUMENTO: Manuel vai ao cinema. Só que há um homem incógnito que não pára de falar. Manuel decide tomar uma atitude.

VERSÃO: Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada

Finalmente, as férias do Natal! Manuel estava contentíssimo e tinha imensos planos preparados para aproveitar cada dia daquelas duas semanas que passavam num ápice. Animadíssimo, propôs aos amigos irem ao cinema, ver aquele último filme que todos os rapazes da idade deles queriam ver.
_ Vamos, claro! _ exclamou uma das amigas, excitadíssima _ Estou ansiosa! _ Então vamos esta noite! _ propôs Manuel.
_ Boa ideia.
«Béu!», latiu o cão, a abanar a cauda, como quem concorda com os amigos.
Depois do jantar, eles encontraram-se à porta do cinema, ansiosos pelo filme. O local estava apinhado de gente atarefadíssima! As empregadas das bilheteiras não tinham mãos a medir com tanta agitação. Foi nesse momento que uma das raparigas apontou para um homem suspeito de sobretudo:
_ Olha, Manuel. Aquele homem está a olhar para a lista dos filmes há mais de meia hora e não decide nada. Que estranho.
_ Não sejas tonta _ resmungou Manuel, distraído, nervosíssimo pela espera da fila para os bilhetes.
Lá entraram na sala e o filme começou. O homem do sobretudo sentou-se num canto escuríssimo, lá atrás, e uma das amigas de Manuel não tirava o olhos dele.
Quando o filme começou, a sala caiu num silêncio total. Mas de repente o homem começou a falar com alguém. Era irritante! Manuel estava fulo. O homem não se calava e já estava a passar das marcas, deixando as outras pessoas enervadíssimas.
_ Vês? _ confirmou a amiga _ É suspeito. Ele vem aqui a esta sala armar confusão. Temos mistério!
Manuel ficou intrigadíssimo. Porque havia de o homem estar a falar sozinho a meio do filme? Ainda por cima, muitos jovens, lançavam olhares e um deles gritou:
_ Cale a boca, velhinho!!
Manuel sentou-se direito na cadeira e sussurrou à amiga:
_ Temos que investigar.
Manuel e as amigas ficaram em pulgas o resto do filme...



VERSÃO: José Saramago... ou algo parecido!

A sala é pequena. Os grandes cinemas já eram passado. Agora os estúdios estão em voga. Manuel olha fixamente o seu bilhete, sem saber se vai de gostar do filme. Está sentado no seu lugar, numa fila central, e de vez em quando levanta-se para dar passagem a um casal jovem ou uma senhora de óculos grossos. Manuel sabe que daqui a pouco as luzes apagam-se, seguem-se anúncios particulares, depois promoções, finalmente o filme. Já se sente o cheiro a pipocas, e ao fundo ouve-se a voz monocórdica de um homem que ainda não se calou. As luzes esvaem-se e as pessoas deixam-se em silêncio. No entanto, a voz do homem, naquela quietude, naquele ouvir nada, soa profanamente alta. Dez minutos depois, Manuel perde a paciência, algo que lhe é característico, e levanta-se, saindo da sala. Procura alguém que seja prestável. A rapariga da bilheteira, uma dessas raparigas que tenta esconder os seus livros de estudo para que o patrão não descubra que está distraída, é loura e tem olhos ausentes. Manuel dirige-se a ela. Desculpe, menina, Diga, Não quero ser impertinente, bem sei que a minha paciência é curta, mas esse pormenor a si não lhe dirá respeito, Talvez diga, o cliente deve ser sempre bem atendido, Certo, certo, por isso me dirijo a si, E em que posso ajudar, É ali na sala três, um senhor que não se mantém calado, Só isso, Acha pouco, Não, Então porque pergunta, Porque o filme ainda agora começou, Já lá vão dez minutos, Sim, mas pelo horário ainda deve estar na publicidade, Já lá vão dez minutos de filme, De filme, mesmo, De filme, mesmo, senão não tinha vindo aqui reclamar, Pois, compreendo, mas não tenho autorização para abandonar as bilheteiras, estou aqui sozinha, Não lhe pedi isso, só quero que me ajude, A situação é chata, É, sim senhora, Quer que eu chame o segurança, Não sei se é preciso tanto, é apenas um homem que não se cala, Mas que o incomoda, Pois incomoda, E o cliente está em primeiro lugar, e um bilhete de cinema não é barato, por isso tem o direito de reclamar, Exacto, Deveria chamar um colega meu, então, Se achar melhor, Acho que sim. A rapariga loura de olhos ausentes levanta o auscultador de um telefone branco. Manuel não consegue ouvir o resto da conversa, mas terá sido curta, incluindo para a rapariga loura de olhos ausentes, pois um sorriso daqueles, mesmo quando se fala na frieza distante de um telefone, não engana ninguém, mais a mais tendo Manuel já idade para se esquecer de certas fantasias que o seu corpo não aguenta, e de parvo não tem nada, pois a idade já lhe ensinou muito. A rapariga loura de olhos ausentes olha para Manuel. O Ricardo irá acompanhá-lo à sala, O Ricardo, Sim, o meu colega. Manuel, teve então a certeza que Ricardo era namorado da rapariga loura de olhos azuis. Seguiu atrás do segurança alto e de corpo rijo. Não sabia ao certo o que iria acontecer, se calhar já o homem se havia calado. No entanto, era tarde. Seguindo o segurança, Manuel voltou a entrar na sala escura.

publicado por Bisbilhoteiro às 14:04
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
|
Sexta-feira, 20 de Fevereiro de 2004

MOVIE TRAILER ESCRITO

AS AVENTURAS DAS IRMANDADE DA PANELEIRAGEM!

Imagem: Tia Birinhas a falar com um homem, sentada a uma mesa, muito triste.

Birinhas: Posso contar-te um segredo?
Homem: Podes...
Birinhas: Vou ficar heterossexual... é uma doença de família. Não vou ficar já, mas... em breve... talvez ainda este ano.
Homem: E a tua filha?
Birinhas: A Baby Gná não sabe, mas ela também tem a mesma doença. É por isso que ando a trabalhar tanto da fábrica... para poder pagar a operação à minha baby! Mas ela não pode saber... pode acelerar o processo de heterossexualidade.

Uma tragédia na vida de três mulheres... Um sonho de felicidade!

Bixa Lalaya a fazer gestos com as mãos, apontando para um piano.
Homem: Se queres ser feliz e ter o teu piano de volta, vais mamar aqui bem mamado, todos os dias, uma vez por cada tecla!
Lalaya arregala os olhos e faz mais gestos para o piano.
Homem: okay... por cada meia tecla!
Lalaya bate as palmas e ajoelha-se.

Este Verão... A sua mente nunca mais será a mesma... Drama Urbano!!:

Sandy ‘Shkindô: (chorando em frente ao PC, olhando o monitor, em pânico) NÃÃÃÃO!!! FIKEI SEM NETCABO!!!!

Drama Familiar:!!

Tia Birinhas: (fazendo um bolo com a sua Baby Gná) Vamos fazer um bolo muito bonito para o papá...
Baby Gná: Se não fizermos, ele não fica a saber que gostamos dele?
Tia Birinhas: Se não o fizermos ele pode desconfiar que sou uma grande fufa e não podemos destruir a nossa família.... (olha em volta) ...onde guardei eu o meu estimulador em forma de borboleta?

Uma viagem a um mundo de FANTASIA!!

Imagem - um homem feio e grande, atacando a Baby Gná.
Sandy ‘Shkindô: (vestida com o seu fato de Traveca Sandy ‘Shkindô) EU SALVO-TE, BABY GNÁ!!!
Homem mau: Hahahahahaa... ela vai morrer!! Eu quero o teu coração PURO!!!!
Baby Gná: Mas eu não sou pura!
Sandy ‘Shkindô: ATAQUE DOS AGUDOOOOS DA WHITNEY HOUSTOOONNN!!!!
Imagem - uma grande bola de luz branca na direcção do inimigo.


Um viagem a um mundo de MAGIA!!!

Imagem - um monstro horrendo, de duas cabeças e seis patas, num descampado, parado em frente a Lalaya, Birinhas e Sandy, todos mexem o corpo mas não saem do mesmo sítio.

PLIM!
Lalaya
-> Menu
Attack
Skills
Special
Gay Magic
SELECT:
-> Gay Magic
Bixa Bixara Bixaga
Bottom Bottomra Bottomaga
Top Topa Topaga
Venom
Cinism
SELECT -> Bixaga

Lalaya: BIXAAAGAAAAAAA!!!!
Imagem - um feixe de luz rosa na direcção do monstro. Números aparecem: 3248

PLIM!
Sandy ‘Shkindô
-> Menu
Attack
Skills
Special
Fashion Magic
Summon
SELECT
-> Summon
Vanessa Clark
Cindy Scrash
Suelly Cadillac
Silvie Varoni
Luna
Débora Cristal
Niki Fini
SELECT -> Suelly Cadillac

Sandy ‘Shkindô: INVOCAÇÃÃÃOOOO SUELLY CADILLAC!!!!

Uma viagem a um mundo de TERROR!!!

Tia Birinhas, sentada no chão, ao pé de uma cama, falando com a Bixa Lalaya.
Birinhas: ...é acerca de uma cassete, certo?... que tu vês... e vês uma mulher loura a falar com jovens que estão sentados num quarto pequeno e muito colorido.
Lalaya: sim...?
Birinhas: ...e a loura está sempre a fazer perguntas indiscretas e a mandar bocas... e quando acabas de ver a cassete, o telefone toca e dizem: “sete dias!”
Lalaya: ...!!!
Birinhas: e exactamente sete dias depois.... a Teresa Guilherme sai-te pela televisão...
Lalaya: NÃÃÃÃÃÃÃÃOOOOOOOOO!!!!
Birinhas: Que foi!?!
Lalaya: Eu vi essa cassete o fim de semana passado!!

A tua vida nunca mais será a mesma!
AS AVENTURAS DA IRMANDADE DA PANELEIRAGEM!!
Com...
BIXA LALAYA

“...ninguém morre com uma trombose, é super brega! Quando eu morrer será de algo fabuloso, tipo... sufocada com um pedaço de lagosta, enquanto todo o restaurante entra em pânico à minha volta e eu definho com estilo!”

TIA BIRINHAS

“...se há coisa que eu mais odeio neste mundo é a inveja, a sério, acho que é o pior defeito é ser invejosa, como aquela puta que trabalhava comigo no escritório, ganhou o Totobola. Deve estar agora numa praia qualquer, o que eu adorava que ela morresse por lá afogada!!”

SANDY ‘SHKINDÔ

“...eu não acredito em veneno, não acredito em boatos, não acredito em más línguas. Só acredito na morte social provocada por terceiros!”

E A NOVA ESTRELA... BABY GNÁ!!

“...Hello... Duh!...Gná!”

AS AVENTURAS DA IRMANDADE DA PANELEIRAGEM!!
VERÃO DE 2004... NUM BLOG PERTO DE SI...


publicado por Bisbilhoteiro às 18:05
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|
Quinta-feira, 19 de Fevereiro de 2004

Avózinha Adelaide

Vou-vos contar a doce história de uma simpática velhinha conhecida por Avó Adelaide!


Era uma vez... NÃO!!... Era uma vez uma... NÃO! Já disse que não! A avó Adelaide não é nenhuma velha rebarbada que corre atrás dos miúdos para os violar, nem nenhuma traveka com super-poderes! Que merda! Para vocês é tudo sexo, sexo, sexo e sexo! Deixem-me contar a história!


Era uma vez uma doce velhinha que morava na sua alegre casinha com o seu gatinho, o Tareco! Certo dia... PORRA! CARALHO PARA VOCÊS TODOS! PUTA QUE OS PARIU! MERDA! ASSIM NÃO DÁ! MEU DEUS AJUDA-ME! EU NÃO AGUENTO ISTO! O QUE FAÇO???


DEUS – “ESCREVE MAS É A MERDA DA HISTÓRIA COMO ELES QUEREM SE NÃO QUERES FICAR IMPOTENTE PARA O RESTO DA VIDA! CABRÃO DE MERDA, A OCUPAR O MEU TEMPO COM TRETAS DESSAS! CARALHOS TE FODAM!


ERR.....


 


Vóvó Laidinha


Era uma vez uma velha relaxadona , super tarada, que não procurava outra coisa senão foder! Essa velha era conhecida por vóvó Laidinha, com 78 anos, 1,60cm, 97kg, uma verruga cheia de pelos mesmo ao lado do nariz, um bigodaço e não tem um único dente na boca!


Vóvó Laidinha passou vários anos na cadeia por crimes de assédio sexual, violação de menores e assaltos a várias sex-shops.


 Vóvó Laidinha passava os dias a ver filmes porno e a barrar a rata com pasta de atum para o Tareco a lamber, era também a orientadora do bordel do cidade.


Certo dia vóvó Laidinha decide espairecer um pouco e leva o gatinho a passear.


Toda fina com as suas cuequinhas justas de renda vermelha, o seu wonderbra vermelho de renda também, uma linda camisa de rede fininha e transparente cor-de-rosa e uma mini-saia verde alface que lhe fica a matar!


Lá vai passeando, fazendo uns brochezitos aos homens que encontra pelo caminho, aliciando uns rapazitos novos, enfim na sua alegre vidinha.


Andando, passeando, saltitando esbarra num rapaz novo. O rapazito pede desculpa e ela responde: - “Hihihihi, não faz mal, até foi giro, sempre senti a rata a abanar um pouco!” O pobre rapazito faz cara de nojo e a vóvó Laidinha começa a olhar atentamente para ele, calças amarelas plastificadas, casaco amarelo plastificado, camisa de alças cor-de-rosa com estrelinhas prateadas, uns Jimmy-dolls de 25cm de altura cor-de-rosa cheios de brilhantina, um cabelo todo ondulado e cheio de nuances e madeixas e uma linda sombra azulada nos olhos.


Vóvó Laidinha pensa que nunca viu rapaz tão estranho, que coisa tão esquisita, até nem parece um rapaz, até que repara em...... UMA LINDA MALINHA DE MÃO COR-DE-ROSA!! AAAAAAHHHHHHHHHHHH UMA BIXA!!!! O maior terror da vóvó Laidinha tornou-se real, uma pila que ela não pode chupar! Um autêntico monstro.


Vóvó Laidinha salta para trás e põe-se em posição de defesa, o Tareco inchou todo e começou a ameaçar o rapaz :”FSSSSSSSSSSSSSST”.


Vóvó Laidinha : - “Sai-me da frente sua aberração!” “Odeio todos os da tua laia!”


Tareco : - “FSSSSSSSSSSSSSSSSSST”


Rapaz: - “Sai-me tu da frente velha cabra! Eu sou a bixa Lalaya e não vai ser uma velha rebarbada, ladra de homens como tu que me vai parar!”


Tareco : - “FSSSSSSSSSSSSST FSSSSSSSSSSSST”


Bixa Lalaya – “Tira-me esse bicho peçonhento da frente senão arrependes-te velha puta!”


Tareco: -"FSSSSSSSSST FSSSSSSSSSST FSSSSSSST"


Neste momento a vóvó Laidinha passou-se completamente, o sangue subiu-lhe á cabeça, os olhos ficam raiados e grita: - “AHHHHHHHH! - Como te atreves a chamar isso ao meu Tareco! Vais morrer por isso sua porkalhona com cara peido!”


Tareco – “FSSSSSSSST FSSSSSSSSSSSSSSST GRRRRRRRRRRRRR”


Bixa Lalaya – “Ah”


Tareco – “FSSSSSSSSST FSSSSSSSST”


Vóvó Laidinha – “TARECOOOOOOOOO! MATA ESSA VAGABUNDA!


DESTROÍ! 


DESFAZ!!


 MATAAAAAAA!


Tareco – “FSSSSSSSSSSSFSSSSSSSSSSSST”


O Tareco salta contra a bixa Lalaya com as garras prontas a disfigurar completamente a cara dela!


Bixa Lalaya salta para trás com toda a sua agilidade, e dá um potentíssimo pontapé mesmo no buxo de Tareco. Tareco é projectado a 200km/h contra um muro de pedra onde explode devido á violência do embate.


Vóvó Laidinha cai de joelhos perto da mancha de sangue do seu querido Tareco!


Bixa Lalaya: -“MUAHAHAHAHHAAH! Agora reles puta, sabes a diferença entre um gato e um tijolo! HAHAHAAHHAHAAHAHA!"


E com isto bixa Lalaya passa por ela a sorrir e continua o seu caminho.


Vóvó Laidinha chora lágrimas de pura dor, sente o sangue a ferver nas veias, e começa a espumar de raiva: -“Isto não vai ficar assim! Eu vou-me vingar sua deslambida, vais pagar por isto com a vida!”


E assim ficou a vóvó Laidinha estendida na rua a chorar sobre uma poça de sangue, a preparar a sua vingança, a sua única razão de viver....


TO BE CONTINUED....


publicado por Bisbilhoteiro às 19:28
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Quinta-feira, 12 de Fevereiro de 2004

Sexta feira dia 13

Certo dia, a professora mandou que os alunos escrevessem uma redacção em que fossem tratados os seguintes temas: Monarquia, sexo, religião, mistério.
Passados alguns minutos, o Zezinho leu a sua história, que era a seguinte:
«Foram ao cu da rainha. Meu Deus Quem terá sido »

MANDA ESTA ANEDOTA A 14 PESSOAS OU AMANHA, SEXTA-FEIRA 13, IRAS TER O MAIOR AZAR DA TUA VIDA.

E agora um pouco de cultura sobre as cabras:

Ela fodiam bués, mas por detrás do problema da pureza do sangue azul estava tb um problema de concentração e manutenção da riqueza, por isso os filhos ou casavam ( poucos) para engrandecer a casa ou confessavam ( em mosteiros que eram tb eles concentração de fortunas).

E era uma nóia, porque passavam os dias a foder, com os escravos, os empregados e os amigos dos amigos, os "Puritanos" eram seis familias que se consideravam "puras" e portanto n admitiam que ninguém do seu sangue se casasse com alguém que n pertencesse a essas familias : existe uma carta regia que faz lembrar uma cena dos actos dos apóstolos em que o rei diz q "somente a minha pessoa pode determinar quem é ou não digno de casar com quem".

E tanta foda, só vinha dar mais reputação às familias de Portugal, a nobreza fodia! E como fodia! O peso crescente da burguesia e a oposição entre a lei geral e a lei do privilégio, e o facto da dinastia de bragança ter problemas de legitimidade ( tinham afinal sido uns meros primus inter pares).

E comiam-se a noite toda! São conhecidas orgias com muita esperma a sair pelo vão das escadas, e inclusive por baixo da porta, que descia até ao fundo da rua. mas o nome puritanos dado a certas familias nobres portuguesas estava ligado ao fecho endogamico das uniões matrimoniais hummmm, n deviam querer mas n se importariam muito se morresse...o conceiito de monarquia absoluta, a dependencia da nobreza do sistema de moradias, o nova patrocinio de ceetas classes ( os proprietarios que irão estar na genese das Sociedade das vinhas do alto douro que vendia muito vinho....vindo de oeiras da quainta de um celebre conde de oeiras marquês de pombal:)

Era mito?

A versão histórica é a luta da nobreza arcaica portuguesa contra o controlo real e pela manutenção de autonomia economica e politica, e pouco tem de sexo, tem algum.

Mas não é bem assim... A versão popular geralmente tem dedo e porque queriam assassinar o rei d. josé? Tem dedo e um pouco de verdade - mas o nome puritanos dado a certas familias nobres portuguesas estava ligado ao fecho endogamico das uniões matrimoniais... é complicado, mas é verdade: DOM JOSÉ era de foder.

publicado por Bisbilhoteiro às 21:21
link do post | comentar | favorito
|

Fotografias................... Curiosas....





 












publicado por Bisbilhoteiro às 17:52
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Cão surreal da 1:00 da manhâ

... E rafeiro aqui está uma boa frase sobre o sufismo islamita " le soufisme invite au contraire ( das versões mileranistas) les Croyants à se perde, "hic et nunc" dans la divinité, avec un espirit d'abandon absolu."

ESTALO! PALMAS! LEITE DE VACA NA CARA! CHUPA PUTA! botão de rosa, botão de rosa,
botão de rosa, rosas! VÓMITO!

Ou seja, sentirias na mesma se fosse tarada, só que sentias de outra forma, digo eu. Imagina um rottweiller, dois rottweillers, tres rottweillers, dentro de ti, a esfregarem-te a paxaxa com as patas!

E voltando à vaca fria antes de ir embora: Eu Sou porque Sinto e talvez fosse menos, ou até nem fosse, se para tentar Ser fosse o que os outros sentiam que devia Ser! TOPAS PEQUENO CAGALHÂO DE MERDA?

RAP :

isqueiro fósforo pau de fosforo
rambo 2, rambo três, fodo mais do que os três
isqueiro fósforo pau de fosforo
Michael Schumacker teve um filho num stop car
e tu, na detenção, não resistas
elas vão te comer a paxaxa
my love, my love
for you só tens que me dar esperança
minha foda, minha foda
por ti.


OLá!
fala menos agora, já me ias trincando duas vezes

QUAL O PRODUTO, INVENTADO EM 1927, QUE PERMITIU Á HUMANIDADE ACENDER FACILMENTE O LUME?

BOLAS PARA ENFIAR? SEXO ANAL?

Não, em 1927 não foi inventado nada, acerca da maneira de acender o lume.

SEXO ANAL? não gostas é, ou hoje tás com vergonha? depende do grau depende da escala e da subtileza e do momento e da rapidez de pensamento ...estilo "vai ser tão boomm, ..Não foi?" mau é ter a doença em que se acha que uma parte saudável do corpo está lá a mais, e que deve ser removida! SEXO ANAL JÀ!

Cala-te e responde a isto: "Quantas espécies de cotonetes existem no Ártico? As folhas de eucaliptos são perenes? As bolas do Simão Sabrosa têm a mesma textura que as do Santana Lopes?"

Sem me rebaixar ao teu nível, repondo à provocação: a ira da tua insolência infere-me rudes golpes de apatia ... Não me faças questões de merda. Junta umas macacas do nariz, durante uns três anos e podes fazer uma porrada de aldeias unidas.

A melhor maneira de suicidio, é deixar o gás aberto antes de dormir. Verborreia e obstipação mental tens aí teu crack, cavalo e xamon. A luxuria é a pior do que a pobreza
A luxuria é pior do que a pobreza!! A pobreza é frequentemente uma condenação para toda a vida, levando à masturbação muito mais vezes do que os ricos. Aqui em faro há o café das piramides.




publicado por Bisbilhoteiro às 01:04
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

.PodCast




.pesquisar na Vaca

 

.Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Katya Da Bimba

. Dicionário Japonês

. Blowtime

. Conversas com o Doctor Ho...

. Passion Pit: Manners

. Um asno sem sentido único...

. Relembrar a PAM#7

. Relembrar a PAM#6

. Relembrar a PAM#5

. Relembrar a PAM#4

. Youtube fuck off

. Relembrar a PAM#3

. A Vaca é Moral

. Conversas com o Doctor Ho...

. Paulo Pedroso chupa-me o ...

. FC PORCO é campeãum...

. História com continuação

. Ryu paneleira da praça

. Roisin Murphy para vocês ...

. Satanás Loves Padre Pedóf...

.arquivos

. Abril 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

. Dezembro 2003

. Novembro 2003

.tags

. todas as tags

.links

.subscrever feeds

.Rádio FLAMA ETERNA

http://84.90.106.32:8000

.Translation

.Meter

eXTReMe Tracker

.Cena

blogs SAPO

.subscrever feeds