Quinta-feira, 3 de Abril de 2008

Prozac no fim dá em ouvir os vizinhos do lado

Suado, destemido perante a luz que arde sob os seus cornos,

ele rosna mas mal se ouve, a vizinha do lado passeia o cão em casa,

em casa... e ainda o passeia com os seus saltos altos de grande puta cadela

e filha da putissima.

 

toc toc toc, o dia todo,

e o cão ladra, e o cão é cachorro, e o cão tem que ser ensinado,

 

A madame assume-se como candidata ao professor titular de casa, pois ela é exímia a ensinar... ela sonha, ela delira. Mas ainda não adquiriu um massajeador facial. Um dildo o marido acha aberração ao seu sexo católico, talvez a ministra da educação lhe fizesse o obséquio. Nunca se sabe.

 

O cão ladra,

a pindérica afeiçoa-se aos latidos,

porque sem latidos não há aulas,

e sem omeletes não se fazem ovos,

lá no fundo eu é que aturo os gritos, porque a gaja deve ter espasmos

felicitando-a por ela ter que fazer em casa, é como ter um filho.

E grita! Ela grita tanto!

 

Ensina o cão com gritos,

ensina ou grita, ou assusta,

duram dias de tardes e finais de tardes e noites... disto, a vizinha dos saltos altos de puta fina.

 

As pindéricas das aldeias nas cidades são assim

para serem mesmo mesmo da laia, até andam em casa com os adereços obrigatórios  todos:

salto alto, macinho de tabaco enfiado no segundo bolso, uma cena rócócó e um broche na lapela, calcinha com fio dental a vincar sem sucesso aquele rabo gordo derrotado como rabo à muitos anos devido ao ataque das bolas de gordura por todo o lado.

 

O que me impressiona nesta pindérica, é que não roubou nada duma revista de gaja,

tem um cabelo desgrenhado que parece o resto de uma tocha que acabou de arder

numa gruta fria no tempo do conan o bárbaro. Nada! Que raio de female espartana mas sem bigode e biceps...

 

toc toc toc o dia todo

o cão ladra, ela grita

o cão salta para o sofá, ela grita para o cão sair do sofá,

ela grita: "não não não!!!"

o cão ou é burro ou acha piada,

e como o cão não se comove com a berraria da dona pindérica filha da puta do sapato alto,

fica a ouvi-la a gritar: "não não não!!!"

 

minutos que me enxovalham no relógio, o tempo não anda,

andam sim as sílabas carregadas da berraria desta gaja que fode às escondidas,

mas para berrar não se contém.

Nunca lhe ouvi um ai que seja na puta de um orgasmo... foda-se.

 

toc toc toc

"não não não!!!"

e o cão - lá no fundo - sorri

 

a pindérica deve ter comprado um daqueles livrinhos de bolso,

com aquele ar enfezado bió-verde-pro-teste-amigos do ambiente

leu que às crianças não se  bate, nem aos cães

mas às crianças manda-se para a escola o dia todo e se possível que se metam na droga

aos cãos deve-se gritar, pois o chefe da matilha é quem grita mais,

E chefe é chefe, tem pila maior, tem carro maior,

mas isto num universo do cão é sexo, sexo apenas, pai com mãe, filha com filho,

pai com avô, é tudo sexo. E lá está provávelmente o cão a exercer a sua maneira de liderar

enfatizando o sexo, com aquela pila de cão, que é um chouriço peludo,

e de lá sai um rolo de carne vermelha que vai afunilando na ponta ficando cada vez

menor... sim é a pila do cão. Ou podia ser um Aliens (dos filmes do Aliens) a mandar

a segunda boca para fora da primeira boca. Isto é um cão.

 

A puta grita o dia todo, o cão acha-lhe piada,

falta o ogre de casa...

 

Abre a porta entra, grita qualquer coisa.

Chegou o Ogre, agora é que vai começar a peça.

Sento-me, recolho os risos que não dei bem,

meto-os para dentro,

porque sei que vou precisar deles.

 

Cena 2

 

O marido chega a casa no final do dia,

já com o espectaculo bem montado e sediado em pleno centro da sala,

eles trocam de lugar, ela vai para a cozinha esconder qualquer pista do pseudo-amante dos correios do balcão número 3,

e ele fica no lugar dela na retórica educativa ao bichano: "não não não" - mas com voz masculina

e com um acrescento: "Já disse não!!!"

ele é artista!

 

O cão perde o interesse nestes dois pacóvios, e é chantageado por comida,

os donos querem um cão que goste deles, a comida é sempre mágica!

 

O ogre passa à sportv e tira umas macacas bem escondidas naquela narina esquerda

macacas pequenas num ângulo dificel de tirar, estavam esquecidas

e começa a dar-lhes luta, no sofá,

ela diz qualquer coisa, ele mete a mão nos testículos e coça-se em ritmo brando,

ela traz-lhe à sala um vinho já no copo, não fosse ela uma boa pindérica,

ou seja, má na cama, fria e esguia, sem sucesso na vida, dentes amarelos e um indesmentivel sentido intruiguista plus cínico que casou com este monga,

e para o conseguir até lhe fez o papelão todo:

 

fez-se de vitima quando engravidou

de propósito, para depois lhe morrer à frente em choro e desgraça,

e o rapaz lá lhe pagou o abortozinho maroto. 300 euros se faz favor.

Ok e umas agulhas da lã lá para dentro, e pronto. Sairam umas migalhas

como o musgo do presépio mas não eram verdes. Ela enfatizou o drama,

e já estava a ver cifrões a cobrar vida neste teatro que tanto agita.

 

A pindérica já o tem na mão

para o resto da vida. Isto e mais uma manipulação dos sogros, fazem maravilhas.

Ninguém gosta de saber de abortos, nem de irresponsaveis em familias de bem.

 

O cão já não quer saber deles.

A ele cheira-lhe o jantar, enche-se e peida-se. Ouvi apenas dois peidos, bufas, merda em gaz, mas e os peidos inaudíveis, aqueles do cheiro a enxofre? Foram mais muito mais...

E durante toda a santa noite canta... SIM, canta! Canta ditados populares,

ou então deve cantar mesmo músicas pimbas (ugh) não sei,

o mais perto que estive desse universo, foi um zapping que passou pelos morangos com açucar e era tudo crianças fascinantes mas todos gays e elas eram feias como a merda  "do estilo". O ogre...

 

Canta, e faz agudos, e faz graves, um ogre do caralho com pila pequena,

que vidinha de merda.

 

Vou voltar ao Prozac.


publicado por Bisbilhoteiro às 05:37
link do post | comentar | favorito
|

.PodCast




.pesquisar na Vaca

 

.Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Katya Da Bimba

. Dicionário Japonês

. Blowtime

. Conversas com o Doctor Ho...

. Passion Pit: Manners

. Um asno sem sentido único...

. Relembrar a PAM#7

. Relembrar a PAM#6

. Relembrar a PAM#5

. Relembrar a PAM#4

. Youtube fuck off

. Relembrar a PAM#3

. A Vaca é Moral

. Conversas com o Doctor Ho...

. Paulo Pedroso chupa-me o ...

. FC PORCO é campeãum...

. História com continuação

. Ryu paneleira da praça

. Roisin Murphy para vocês ...

. Satanás Loves Padre Pedóf...

.arquivos

. Abril 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

. Dezembro 2003

. Novembro 2003

.tags

. todas as tags

.links

.subscrever feeds

.Rádio FLAMA ETERNA

http://84.90.106.32:8000

.Translation

.Meter

eXTReMe Tracker

.Cena

blogs SAPO

.subscrever feeds