Sábado, 4 de Novembro de 2006

Missa das nove

Deixado dentro de uma caixa e chorava, e ficou grávido, e era católico. Brilhante.
Enterrado num cemitério até à puberdade, onde enfiava os dedos, menos aos domingos.
E pensava em tudo menos nas estrelas, o som dos 80 partiu-lhe o coração.
E os anjos fatais vinham juntar-lhe os bocados.
Perdeu a virgindade com uma puta chamada maria,
dizia fode-me e eu fodia-lhe com a timidez,
mais tarde foi o rock, e os peitos que me impressionavam,
a mãe dizia que era assim, para onde olhas pá?
Somos todos jovens, ou fomos, e já foi, já...
E fodias gajas a torto e a direito. Aprendeu a amar. O comércio da solidão.
O cabelo paneleiro. Com "ai meu deus! Que anormal!"



A mãe é um macaco do congo, e todos os macacos saltam cá dentro nos meus ouvidos stereo. Podia ser uma família de malucos, mas não.
Salvem os meninos de braços magros, e agarrados à pressão da MTV. Viver sem máscaras de gáz, é possível ir para lá do metropolitano. E finalmente os dias passam sem nada de errado, e valeu a pena gastar palavras-desculpas. É a nobreza do que podia ser, dos compromissos alienados do metafísico, como é que te deixaste ir, e te cortaste do chão. Com tanta força e sem controlo, e sem sabermos nada, o vértigo comeu-te num turbilhão que já passou.

Sebadoh baby! E coisas assim.
Putas em alecrim.
Bacalhau ao mar,
sulcos nas camas das crianças que nos crescemos,
e riscos como veias,
e nós próprios apenas foda pecadora.
Ninguém chora por amor,
espera-se a definhar,
num lirismo do ser vazio,
que nunca está satisfeito.
Roda à direita, e vai.



Obrigado, obrigado outra vez, e soluços, e sons fortes.
Não tens pila, não entras. Podia ser um buraco de lésbica,
um grito afeiçoado e apregoado,
juntas os dedos com categoria,
sabes que lhe deste, e metes-te o anél no dedo,
e tu adoras malucas,
e penetras com a bola de banha,
e laca no cabelo,
e à tua paxaxa de cona de fufa,
há condes a chafurdar com champanhe
a tua cona não é Paris
e saltas, e berras, e saltas, e berras,
e gritas proporcionalmente à forma como lhe entrou,
aos turnos, dentro de ti,
e tu gostas, e tu amas e tu gritas,
e deixas-te foder com três dedos anelados.
Podia ser o Blair, podia ser o macaco do Bush,
mas nada disso interessa,
só tu gritas hoje, e a cona
do tamanho da casa,
aos turnos, em rotinas do inferno de gratidão.



É proibido ires deixar esperma na pedra fria,
é mentira.
Não percas é uma vida lá fora,
e um sol fotográfico que te ama
e vai mostrar à tua mãe.
Marco Paulo foge.

publicado por Bisbilhoteiro às 05:13
link do post | comentar | favorito
|

.PodCast




.pesquisar na Vaca

 

.Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Katya Da Bimba

. Dicionário Japonês

. Blowtime

. Conversas com o Doctor Ho...

. Passion Pit: Manners

. Um asno sem sentido único...

. Relembrar a PAM#7

. Relembrar a PAM#6

. Relembrar a PAM#5

. Relembrar a PAM#4

. Youtube fuck off

. Relembrar a PAM#3

. A Vaca é Moral

. Conversas com o Doctor Ho...

. Paulo Pedroso chupa-me o ...

. FC PORCO é campeãum...

. História com continuação

. Ryu paneleira da praça

. Roisin Murphy para vocês ...

. Satanás Loves Padre Pedóf...

.arquivos

. Abril 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

. Dezembro 2003

. Novembro 2003

.tags

. todas as tags

.links

.subscrever feeds

.Rádio FLAMA ETERNA

http://84.90.106.32:8000

.Translation

.Meter

eXTReMe Tracker

.Cena

blogs SAPO

.subscrever feeds