Sexta-feira, 14 de Março de 2008

Um conto infantil com cenas de sexo anal com uma surda

Ela tinha uns dentes grandes, e cabelo engrenhado,

 parecia uma cona presa em jeans que lhe apertavam

o porte simétrico em rodelas e jantes. Em estilo micromachines,

mas com um toque de meninice.

Apanhei-a e disse-lhe ao de leve, coisas que a transformaram

logo ali numa ganda puta.

 

Ela escreveu o nome num papel, .

Ela escreveu Raquel.

Raquel a braza que papei em cima da mesa,

raquel mama tudo que é uma alegria.

Raquel granda puta cheia de energia.

Raquel tinha uns lábios rosados, e cheirava a foda,

veste-te - escrevi-lhe num papel. Como caralho se fala surdo?

Andei 7 anos a comer daquela cona, a comer daquele cú,

raquel a elástica senhora que de mim, só devorou,

agora podes ir abençoar caralhos mais novos.

 

Raquel rosada, com lábios rosados, surda, dei-lhe um orgasmo,

ela guinchava com vogais anasaladas, tive que lhe tapar a boca,

veste-te estava no papel.... Eu fodo o futuro do mundo, primeiro meti-lhe o caralho

na cona, ela estava a pedi-las, era tudo elástico, fixe fixe,

e depois por trás, onde lhe fiquei

a apregoar os avés marias do leitinho, e a grande vaca lá se cagou,

dum branco puro envestido com gazes.

 

Bufinha!

Raquel Peida-se para mim!

 

Raquel leva bem na cona rosada, mas a esporra fica-lhe atrás!

Raquel regozija!

Raquel raquel, ó raquel!

 

Ela guinchava, parecia um guindaste a virar, sem óleo, em treques,

raquel tinha 11 anos,

raquel era ilegal,

raquel tinha uma psicóloga da escola,

a carmen,

raquel comentara por papelinhos com uma colega

que a carmen dissera que mexer no topo da paxaxa era muito bom,

eu tinha apanhado do chão o papel da surda

não perdera tempo,

raquel era uma pita desencantada,

foi só por-lhe a glande na mão,

e ela escreveu-me a vermelho: adoro cheiro de pila

raquel predada,

raquel fodida,

raquel devolvida à sua sociedade.

 

Raquel é agora uma senhora,

com cú e cona abençoada.

 

 7 anos a foder este tesouro.


publicado por Bisbilhoteiro às 11:53
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Terça-feira, 11 de Dezembro de 2007

Évora ou Beja?

É preciso levar em conta que nesses meios pequenos extremamente homofoficos é quase impossível ter outro tipo de sexo. E pelo que sei os alentejanos são muito dados ao homossexualismo só que a maioria não são ou pelo menos não se consideram gays, mas têm prazer com outros homens. Na minha adolescência ia passar férias a casa dos meus avós alentejanos e os rapazes adoravam apalpar o cu uns aos outros. Uma vez um quase delirou só porque me conseguiu tocar com o pénis numa perna (eu tava de calções) e todos os rapazes que viram (uns 10 ou 12) ficaram estéricos e começaram a tentar fazer o mesmo uns aos outros. Inclusive fomos para o campo tomar banho num rio (o Rio Sado) e um pastor entrou na água e queria fazer sexo connosco.

Outra vez á noite passei pela escola primária e o guarda nocturno apalpou-me todo e queria que eu fosse com ele para o sitio onde ele dormia, dentro da escola. Fugi assustado e no caminho encontrei um bêbado, bastante sexy por sinal, que me perguntou: "És paneleiro, não és ?". Respondi-lhe: "Vá para o caralho". Ao que ele me respondeu: "Para o caralho não vou mas se deixares vou-te ao cu". Perguntei-lhe: "Costuma fazer isso com muitos miudos ?". "Sim", respondeu e agarrou-me no braço. Empurrei-o e fugi rua a fora. No dia seguinte no mesmo local, ele estava sentado num muro, e eu pequei num pau e bati-lhe, nisso apareceu o filho dele, agarrou-me e bateu-me. Tropecei dentro de um buraco e rasguei os calções, nisso o pai do miúdo agarrou-me e pôs-se encima de mim e começou a fazer como se estivesse a ir-me ao cu. Com a barulheira várias pessoas apareceram e como eu não conseguia tirar o bêbado de cima de mim foi horrivel porque toda a gente estava a ver e a rir com a situação.

Depois disso não se falava de outra coisa e o babado andava sempre a perseguir-me. Foram umas férias bem estranhas!

 

 

Oh puta, quando fores à igreja ter com o padre que te pata os putos de 4 anos, pergunta-lhe se a tua avó já apanhou sida no cu do marido com cancro que anda nas putas brasileiras, e repete comigo:

 

Uma vez um quase delirou só porque me conseguiu tocar com o pénis numa perna (eu tava de calções) e todos os rapazes que viram (uns 10 ou 12) ficaram estéricos e começaram a tentar fazer o mesmo uns aos outros.


publicado por Bisbilhoteiro às 18:22
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
|

.PodCast




.pesquisar na Vaca

 

.Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Um conto infantil com cen...

. Évora ou Beja?

.arquivos

. Abril 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

. Dezembro 2003

. Novembro 2003

.tags

. todas as tags

.links

.subscrever feeds

.Rádio FLAMA ETERNA

http://84.90.106.32:8000

.Translation

.Meter

eXTReMe Tracker

.Cena

SAPO Blogs

.subscrever feeds