Segunda-feira, 14 de Dezembro de 2009

Conversas com o Doctor House

Pedófilo Angolano diz:
 boas Doctor House
Doctor House diz:
 olá
Pedófilo Angolano diz:
 falta-me o tema... da vida da sujeita, da empregabilidade que a sustenta!
Doctor House diz:
 hehehe 
 um polémico
 interessante
 um plus
 algo que encaixe com a tua ferramenta cinzena?
Pedófilo Angolano diz:
 é e será sempre um prazer contribuir para a sua excitação, ajude-me Doctor.
Doctor House diz:
 é de todos, começoue descolou, apesar de é feita de, ajudo-te sim.
 pensa em algo, junta daqui e dali e desenvolve
Pedófilo Angolano diz:
 vou pensar em algo. Gostas de "abanar". Esse sim era e tinha colhões. Evidente, o respeito por tanto é enorme.
Doctor House diz:
 as coisas quando têm que ser ditas têm que ser mesmo ditas... conheci dezenas de pessoas que pensam assim, só não reagem... 
Pedófilo Angolano diz:
 o que eu gostava de ver era num único suporte, os dedicados à droga e os perdidos, fragmentados, iriam fazer realment parte de algo maior... mas... em vez disso temos uma dominada por uma que funciona como um estanque que sufoca a outra e restante parte. O todos é um isto, que lá no fundo são apenas palavras ocas, já que a vontade de alguns vai contra o conformismo de outros
Doctor House diz:
 olha belissimo arto de noir que isso dava, na a idealização e praticabilidade da mesma
Pedófilo Angolano diz:
 isso mesmo, vou começar a pensar no conteúdo do mesmo
Doctor House diz:
  nao tens limite de espaço, usa os recursos que entenderes, o cérebro é mágico
Pedófilo Angolano diz:
 ok, vou fazer um esforço
Doctor House diz:
   se precisares do que seja, eu sou o teu Doctor
Pedófilo Angolano diz:
 mas é triste, quase todos os dias ligo meu tlim-tlim de cima, e o que se passa com a consciência dos portugueses? Será que estão mesmo satisfeitos? Será que para alguns basta ligar todos os dias de forma entendiante e... matar, matar... o ésnio o résnio o léscio, enfim.. não há espírito crítico? Partilha de interesses e discussão não fazem parte da nossa cultura?
Doctor House diz:
 estão satisfeitos? Inventas palavras, sabes que isso é inegavelmente fora do preâmbulo da linguagem. Se mastigares o termo, não terás mais do que uma função motora. E para que serve? É vil e simples: fazer minetes nelas. Puxa-te para cima, vales mais que isso, não derrotes o vocábulo. É pedo. E menores não sabem pensar nem comunicar fora do mundo deles? 90% do que comes, nem tempo útil passam com as famílias, quanto mais um ponto objectivo e construtivo com o cherne da sociedade.
Pedófilo Angolano diz:
 Bom ponto... a tom mais pessoalm a juventude portuguesa uma geração oca, podre, sem qualquer identidade ou um pingo de nacionalismo... o orgulho e cultura nacional dá lugar à ignorância e passividade agravada pela inconsciência. às vezes sinto que estou isolado entre os meus próprios colegas.
 Mas o problema estará patente nesses 90 % que nem se apercebem do que se passa fora da sua pequena esfera social, ou será dos restantes 10%, que, à partida deveriam estar cientes do que querem, do que esperam de uma comuna de pessoas? Somos pessoas caralho!
Doctor House diz:
 A culpa é de quem? A inspiração divina já não funciona, nem empurra ao tradicionalismo familiar, onde cada membro tinha a sua função (progenitora era a comcubina doméstica e paridora, o progenitor era o falocrático muscular, e os filhos trabalhavam na agrura para irem brincar), sem modelo ficamos entregues ao pictórico Socratiano, onde encaixa culpar sempre o vizinho do lado. Desculpabilização. Estamos a um ápice ejaculatório de sermos comprados como merda de mão de obra dos chineses. Seremos uma nova Africa, mão de obra. Vai doer, pois anda tudo de telemóvel com cores e skype instalado. Os Hi5 evoluiram para algo mais pseudo com menos pila, o facebook da filha do advogado, é exemplo disso, todos querem ser bonitos e terem estatisticas no seu kudos genital, e quem não gosta de sexo irá enfernizar a vida a terceiros. Quanta honestidade resta ao mundo português?  Eu sou avaliado por gente que nunca foi avaliada. Vai doer. O sentido é emigrar. Até lá és preso.


publicado por Bisbilhoteiro às 02:22
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 23 de Maio de 2009

Conversas com o Doctor House

Claudia Shiffer diz:
 fala comigo
Doctor House diz:
 dizme OLA
Claudia Shiffer diz:
 OLA
Doctor House diz:
 OLAAAAAAAAa
Claudia Shiffer diz:
 haha
Doctor House diz:
 conta coisas
Claudia Shiffer diz:
 tou a reflectir sobre o tecido da própria realidade
 e já bazei de casa há 3 meses
 remember?
Doctor House diz:
 SIM!!! Foi uma conversa digerida a ponto e passo
 3 meses depois, qual é o saldo?
Claudia Shiffer diz:
 positibo
 tá quase tudo resolvido
 e tou eufórico
Doctor House diz:
 na vida não há perfeições
Claudia Shiffer diz:
 claro
 mas era mm o passo q faltava
Doctor House diz:
 ESTÁS a gostar da nova vida?
Claudia Shiffer diz:
 sim
 going beserk mm
Doctor House diz:
 Concretizaste o esperado, ou conheceste uma nova maneira de estar?
Claudia Shiffer diz:
 concretizei mais do que o esperado
 bastante mais
 e sim, é uma nova maneira de estar
Doctor House diz:
 algum pensamento género: "afinal era só isto?" ou "ena se eu soubesse que era assim, já o tinha feito"
Claudia Shiffer diz:
 mas isso foi mais um retrocesso até ao ponto onde nca deveria ter ido por aqui
 lol
 já sabia o segundo
Doctor House diz:
 tas alone numa casa sozinha, ou compartes?
Claudia Shiffer diz:
 estava convicto
 n foi uma surpresa
 estou c a minha mulher
Doctor House diz:
 CASASTE?
Claudia Shiffer diz:
 não
 credo
 girlfriend
Doctor House diz:
 "mulher" é um termo laico derivado de esposa
Claudia Shiffer diz:
 eu sei
 é?
 n sabia
 o_O
 com a minha gaja
 prontes
Doctor House diz:
 é uma partner for life? género Little big planet, espera enganei-me, género Long term Relationship?
Claudia Shiffer diz:
 sim, partner in crime
Doctor House diz:
 NICE, essa relação já havia antes do ground zero?
Claudia Shiffer diz:
 sure
 há 6 anos
 com um hiato
Doctor House diz:
 e agora vivem os dois SOZINHOS?
Claudia Shiffer diz:
 lol
 já passavamos quase o tempo todos juntos
Doctor House diz:
 é importante esse passo! Muito
 a seguir vem a concepção
Claudia Shiffer diz:
 e passavamos bastante tempo fora do Porto
 mal seria de mim se n tivesse sido o caso
Doctor House diz:
 ou seja, vida a dois, dividas a dois, tudo a dois
Claudia Shiffer diz:
 um pouco sim
 não me parece que chafurde na convencionalidade porém
Doctor House diz:
 cada um paga como pode, e nao é só dinheiro, há maneiras de entregar dar e receber na relação
 infelizmente as coisas têm custos monetários
Claudia Shiffer diz:
 we're quite very NOT vanilla
Doctor House diz:
 o materialismo incomodou-vos?
Claudia Shiffer diz:
 a mim não
 estou preparado
Doctor House diz:
 esse novo apartamento, o "corte" com o seguro e conformismo do passado
Claudia Shiffer diz:
 n tenho grande apego ao mundo material
 pois sigo o caminho da buda gorda
 sim
 é uma fonte de stress
 mas nada demais
Doctor House diz:
 alimentas bem esse buda? um buda esmifrado não injecta no ar suficientes xi´s nem neons apoeirados do profundo amor
Claudia Shiffer diz:
 comemos arroz com lentilhas
 durante 2 dias
 e foi uma experiência mutuamente agradável
 no stress
Doctor House diz:
 aposto que acabaram por cagar às cores
Claudia Shiffer diz:
 lol
Doctor House diz:
 esse âfame por ser-se do bem, do biologico, do verde degradável reciclado
 lentilhas é como a soja!
Claudia Shiffer diz:
 mas ya, eu sou menos apegado ao mundo material
 LOL
 não
 isto foi mesmo por ter tido de viver 4 ou 5 dias com 10€
Doctor House diz:
 a soja é 90% do discurso dos veganistas que fumam charros às escondidas
 há entendo
Claudia Shiffer diz:
 e não houve grande stress
Doctor House diz:
 mas as tuas cenas só tuas que tinhas na outra casa
Claudia Shiffer diz:
 eish
Doctor House diz:
 o teu espaço foi transladado
Claudia Shiffer diz:
 isso nunca existiu
Doctor House diz:
 e nao levaste tudo contigo
Claudia Shiffer diz:
 levei
Doctor House diz:
 superaste isso?
Claudia Shiffer diz:
 n tinha grande coisa
 n sou apegado
 só ao meu computar <3<3
 q já é portátil há uns tempos
Doctor House diz:
 e os mp3´s do indie e de cenas que pouca gente augurará conhecer um dia no olimpo, por zeus!
Claudia Shiffer diz:
 loool
 vieram no disco externo
Doctor House diz:
 género 600 gigas de coisas e coisas bonitas
Claudia Shiffer diz:
 200
 n guardo muita coisa
Doctor House diz:
 200 é pouco
Claudia Shiffer diz:
 mt menos filmes e coisas assim
 ya
Doctor House diz:
 implica logo À partida que és selectivo
Claudia Shiffer diz:
 not really
Doctor House diz:
 és gajo para deletar mp3´s? quando não gostas?
Claudia Shiffer diz:
 apenas tenho uma fase anal bem resolvida
 sou sou
 claro
Doctor House diz:
 ou sofres daquele sentimento do pobrezinho que poupa tudo na garagem
Claudia Shiffer diz:
 mas é raro acontecer
Doctor House diz:
 UMA FASE ANAL mal resolvida?
 Explica
Claudia Shiffer diz:
 BEM
 não retenho as coisas
 n sublimo
 por aí
 deixo-as ir à vida delas
 n existe o apego de coleccionador
 n preciso de substituir a retenção anal com retenção de mp3 com as capas todas ordenadinhas e essas coisas
 
Doctor House diz:
 e quando tens necessidade do acesso fácil às estantes da memória, onde tens o registo que deixaste ir?
Claudia Shiffer diz:
 parte foi-se
 há-de voltar
 noutras formas
 mas tomo notas, cm é óbvio
 mas é para construir em cima disso
 com as fezes acabadinhas de sair
 lol
Doctor House diz:
 portanto és prático e generoso com a linha da vida, não ficas no apego fácil do clássico para sempre em motes
Claudia Shiffer diz:
 sim, penso que essa descrição está pelo menos consideravelmente não longe da realidade
Doctor House diz:
 Isso faz de ti uma ferramenta objectiva para inserir na ferida que é a nossa sociedade, não tendo fantasmas do antigamente que te tibuteiam na carcaça de cima, és rápido e não duvidoso e chorão da saudade
 o senhor patrão reconhece isso em ti certamente
 deixas-te os bichinhos que carcomem as trevas, para trás
Claudia Shiffer diz:
 qual patrão?
 sou freelancerrr
 só tenho clientela, alguma regular para segurança minha
 mas enfim, ter vários "patrões", mesmo que sem promissória assinada, é mais seguro que só ter um com a melhor promissória do mundo
 se um dos patrões decide foder-te, no 1º caso tu segues pra outros, no 2º vais pró desemprego
 o mesmo se um decidir tentar lixar-te a vida e tratar-te mal
 o mesmo se um fode a empresa dele e vai à falência
 o mesmo se a economia do país de um patrão se foder toda
 ou até do continente desse patrão
 penso estar numa posição bastante segura
Doctor House diz:
 por falar no desemprego, esse papão cancerígeno das sociedades modernas capitalistas...
 veio para ficar não veio?
Claudia Shiffer diz:
 tenho clientes em quase todos os continentes
 só se houver uma crise mundial mesmo
 mas aí nng escapa
 
Doctor House diz:
 Sabes que na suécia os desempregados têm tanta vergonha de receber subsidio de desemprego, que nem o aceitam, tal o orgulho vil do macho de cabelo pintado quiçá por deus quando os fez, de amarelo torrado
Claudia Shiffer diz:
 LOL
Doctor House diz:
 e na noruega, há casos de suicidio de pessoas que receberam (ó heresia!) o subsidio mais de 2 meses
 sim é verdade
Claudia Shiffer diz:
 isso é estranho
Doctor House diz:
 mas o papão, chegou a Portugal... esse país... e ficou
 mas em vez de rastejar e sucumbir... não, cala-te boca... fez escola
Claudia Shiffer diz:
 sim, é preocupante
 mas eu tou imune
 neste mês veio $ do japão, USA, UK, eslováquia e espanha
 devia mudar de país
Doctor House diz:
 freenlance rula!!!
Claudia Shiffer diz:
 ir pra um daqueles sítios onde o dollar vale ouro
Doctor House diz:
 tu rulas!!!
Claudia Shiffer diz:
 sim, eu rulo
Doctor House diz:
 se um dia precisar de carinho e bolas de berlim, posso ser a tua puta?
Claudia Shiffer diz:
 o patrão rula sempre
 lol
Doctor House diz:
 
Claudia Shiffer diz:
 nã
 podes tornar-te freelancer tb
Doctor House diz:
 dominio económico é igual a ter os colhões no sítio
 dá-te asas e vontades inimaginaveis
Claudia Shiffer diz:
 meh
 só quero $ pra casa e prá comida
 quando cuba tiver no sítio
 e tiver internet
 vou pra lá
 sou feliz com os pássaros e os riachos
 a cena macaca da febre consumista passa-me um pouco ao lado
 felizmente
 visto q nca tive propriamente mt $$
 
Doctor House diz:
 cuba?
 aproveita agora que o velhinho pai fidel castro natal ainda não bateu a bota
 apesar de já ter formol à volta da genitália, um par de patins pregados aos pés... digo ossos, e tal qual o papa joao paulo segundo, também usa com classe pequenos arames que o elevam no ar, fazendo-o mais humano que fantoche
 porque quando bater a bota... o caos vai consumir o pais
 e as clinicas cirurgicas dos olhos vão ser vandalizadas
Claudia Shiffer diz:
 lol
 achas?
Doctor House diz:
 o regime precisa de pinóquios com temperamento à paulo portas mas sem a cena gay no rimel dos olhos
 quando o velho bater a bota, o pais vai entrar numa revolucao tal
 que nem a africa de savimbi das 12 balas cravadas por bengala dos diamantes, viu
Claudia Shiffer diz:
 LOL
Doctor House diz:
 muitos porcos para o mesmo pedestal
 o irmão dele até nem é de todos um mau xenófobo e racista temperamental da estirpe chuck norris
Claudia Shiffer diz:
 o OBAMA vai tratar-lhes da saúde
Doctor House diz:
 o OBAMA é um palhaço preto que vai ver jogos de NBA (e bebe coca cola naqueles copos grandes que os anormais sem vida compram no cinema, e metem uma palhinha e passam o tempo a beber aquilo e só entra ar, e faz: xxxxx xxxxxxxx fsssssss), tentou imitar o tom cruise na Oprah, tem um sentido de humor mais estabelecido, melhor que o do cavaco possivelmente
Claudia Shiffer diz:
 lol
Doctor House diz:
 mas é politico... remember socrates? Quando era só um jovem paneleiro que se vinha, quando diziam que era o nosso george clonney da politica, com aquele casaco de cabedal a armar, género o primeiro juiz super moderno da casa pia, mas que foi destituido
Claudia Shiffer diz:
 lol
Doctor House diz:
 É politico, e mais tarde ou mais cedo vende a alma ao diabo, como vendeu quando fez a cabeça à pretalhada toda, à mocidão homossexual geek e marrona, e à comunidade mais velha onde se inserem os professores, da universidade de harvard, para ser o presidente da merda do jornal de lá
 E o que temos? Um coninhas, que em vez de acabar com guantanamo, prometeu (PROMETEU!!) que vão ter melhores condições de vida... irrisório. Pelo menos vais ao google images (ou compras o correio da manha versão gaja com período, a VIP, não a lux) e consegues ver postais coloridos de guantanamo e as suas latrinas novas super higiénicas, by recommendation de black obama yo nigga free timor.
Claudia Shiffer diz:
 sim
 tá a meter nojo o tipo
 cm seria de esperar de um pres. dos EUA
 tem as obrigações bem definidas
 antes de lá chegar
Doctor House diz:
 o OBAMA que me chupe o... (ajuda-me com uma palavra que rime)
Claudia Shiffer diz:
 n pode mijar fora do penico
Doctor House diz:
 OBAMA chupa-me o...
 Um gajo vai à disco, e vê traição de amigas que comem os namorados das amigas, e depois não tem imaginação para palavras cagadas
 enfim

Claudia Shiffer diz:
 PIJAMA
 pá
 o ser humano anda smp a ter tensão para foder com outros
 negar isso é ser completamente cego
Doctor House diz:
 E não negar é ver a cena a acontecer, género o vietnam, e ficar por fora a dizer "let it be" dos beattles. Uma projecção de guerra feita por americanos para os que mandam, venderem armas aos que mandam mais, em ciclo infinito, em troca temos o 4 de julho, com o tom cruise a fazer de deficiente físico numa cadeira de roda com maconha na mão e um lencinho à lennon...
 é pouco artistico
Claudia Shiffer diz:
 lol
 eu acho q é preciso fazer alguma coisa em relação a isso
 mas esperar q n aconteça com base apenas na moralidade será complicado
 pq o teu cérebro diz uma coisa
 e o teu corpo diz outra
Doctor House diz:
 matar matar matar
 amar amar amar
 realmente fonéticamente e morfológicamente, dão-me tusa as duas
Claudia Shiffer diz:
 vês?
Doctor House diz:
 Impossível negar uma e a outra
Claudia Shiffer diz:
 somos apenas fantoches da nossa pré-programação genética
Doctor House diz:
 o orgasmo é a morte da vida sabias?
Claudia Shiffer diz:
 sim, a pequena morte
 mas em que contexto afirmas isso?
Doctor House diz:
 o ser humano mata para atingir o orgasmo
 ama para atingir o orgasmo
 e não falo do espasmo físico que ocorre no mamífero aquando do orgasmo
Claudia Shiffer diz:
 ah
 então?
Doctor House diz:
 daqueles choques que matam o coração
 o orgasmo é a meta final
 o orgasmo é a essência dos vícios
 o orgasmo das coisas
 gostava de ser orgasmo
 se fosse orgasmo tinha o mundo a meus pés


publicado por Bisbilhoteiro às 06:23
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 24 de Fevereiro de 2009

Conversas com o Doctor House

(continuação do post anterior)

 

Doctor House diz:
 é reles e mundano

Loja Zara diz:
 bem, eu aqui n fico
 vou-me passar, depois de 30 anos de opressão

Doctor House diz:
 nem tu nem eu, queremos mais, muito mais, nem que seja uma cena inatangivel para a maioria
 é a nossa cena

Loja Zara diz:
 vou ter a oportunidade de finalmente poder ser aquilo que quiser ser

Doctor House diz:
 mas qual é o teu point?
 é a saida dos papás?
 ja tiveste fora?

Loja Zara diz:
 não

Doctor House diz:
 nunca?

Loja Zara diz:
 nunca

Doctor House diz:
 nem um namoro com alguem 20 anos mais velho que te roubou durante uns dias?

Loja Zara diz:
 não
 nem isso
 já tive de férias fora de casa

Doctor House diz:
 tens uma estrutura adquirida, ganhaste uma maneira de estar convicta com a posição das tuas coisas, o teu espaço é delimitado pê-lo pó à volta dos teus livros, da tua cadeira

Loja Zara diz:
 e sozinho em casa durante as férias dos papás

Doctor House diz:
 tens coisas pregadas aos olhos
 tens o carácter cerrado e convicto da tua existência, física, e vais mudar aos 30

Loja Zara diz:
 sim...mas continuei a bater c a cabeça por certas merdas n darem, tenho esperança de aindar ter força e lucidez para me construir cm deveria ter feito

Doctor House diz:
 podes cair no egocentrismo desenfreado, das minhas coisas, do meu sitio, do eu é que sei, da intolerância com alguém te manusear o teu feudo
 estás preparado?

Loja Zara diz:
 não sei
 mas é um bom ponto, esse
 eu sou mt sui generis e fora do comum, portanto geralment n tenho medo de cair no comum
 embora acabe por cair eventualmente

Doctor House diz:
 a melhor dica que posso dar, é não ligares ao material, não ligues às fotos como registo da aventura, é tudo uma questão de processamento interno, o que realmente interessa são os momentos e omo ages neles,
 se deres prioridade a isso em prol do materialismo, podes viver onde quiseres

Loja Zara diz:
 acho q vou aproveitar para ter algumas coisas q até hoje nunca tive
 a primeira vai ser o respeito

Doctor House diz:
 podes ser o que quiseres, pelo menos tentares, mas se levares um baú de pensamentos e adornos de fotos e molduras, e cd´s, estás a levar uma âncora tua e para os outros.

Loja Zara diz:
 hmmm
 até agora tenho feito questão de deixar para trás as merdas todas
 nem a almofada levo
 mt menos a TV
 a informação apanhada até agora levo

Doctor House diz:
 é a maneira mais rápida de construires a tua vida, sem pesos do passado

Loja Zara diz:
 mas tenho formatações periódicas

Doctor House diz:
 o importante é o teu cérebro, as tuas energias, o teu dinamismo, a tua fé no processo que só tu podes guiar

Loja Zara diz:
 as vezes dá-me e formato os discos todos
 e começo do 0

Doctor House diz:
 e porque não? se isso te tira dúvidas ou receios, força, não podes é parar o que começaste

Loja Zara diz:
 sim, são palavras sábias

Doctor House diz:
 não pares

Loja Zara diz:
 mas é mais a surrealidade da cena

Doctor House diz:
 há pessoas que param, e nunca mais voltam a ser as mesmas

Loja Zara diz:
 tipo waaaaa universo paralelo assim de repente

Doctor House diz:
 eu tive o céu, e caguei, mas enquanto lá estive, absorvi tudo o que pude, até com o toque das mãos, para me lembrar desse céu, que um dia foi meu, mas caguei, porque não tenho o estofo e a vontade para me manter nele.
 sim
 é isso
 e podes fazer a melhor das introspecções, e a melhor resposta é: caguei porque quis, e não tenho qualquer vontade em voltar lá para cima. E quando és mesmo isso, passas-te para outra realidade. As pessoas mudam pelas razões mais acidentais e menos perceptíveis. Basta uma pinga de chuva até.
 Com isto quero realçar que és um heroi, e decidiste ir em frente, e isso é o melhor que um heroi pode e DEVE fazer. Mereces respeito, porque há muita gente, que se perde, que desaparece, gente que nunca até tentou, gente que se tramou, mas tu queres a mudança. Parabéns! E se tiveres dúvidas em salta da prancha para a piscina, fecha os olhos e salta.

Loja Zara diz:
 n me congratulo especialmente
 visto q devia ter tido coragem de bazar nem q fosse para debaixo da ponte
 mas isto há mais de 10 anos atrás...
 slowpoke

Doctor House diz:
 a idade certa é aos 30
 já não és puto
 e nao és cota
 és jovem
 tens poder e conhecimentos
 nao sei onde tiram a ideia que é aos 20 que tudo se faz
 fazer mal para ganhar traumas? naaaa
 aos 30 tens controlo emocional

Loja Zara diz:
 sim, resta esse contentamente de às vezes certos períodos que se consideram "inuteis" acabam por ser os mais férteis

Doctor House diz:
 tudo depende do valor que dás às coisas
 és tu e não os outros, o importante é isso
 os outros é uma expressão de natal

Loja Zara diz:
 na realidade foi a internet que me salvou
 permitiu alienar-me e explorar o mundo a partir do quarto

Doctor House diz:
 salvou-te só a ti?
 salvou-nos a todos que lá andavamos

Loja Zara diz:
 probably
 mas o meu caso é radical...vendo bem tudo o q tenho veio de lá praticamente

Doctor House diz:
 a internet que eu recordo, permitia ser alguém, com poder reconhecido, de escrita, de criatividade, de culturização, de integração de agrupamentos, de orgasmos metafóricos, e em última análise, reproduzia-se em jantares, que depois davam fodas, que depois davam jantares que davam em pares de cornos, foi uma vida que nos encheu ainda mais da nossa vida

Loja Zara diz:
 nca fui muito a jantares
 era mais one-on-one, acabei por conhecer pessoal valoroso
 agora até nas internetes trabalho

Doctor House diz:
 eu fui a uns dois ou três, dei mais fodas pela internet do que concertos que fui com o pessoal da internet, mas era a riqueza da comunicação na sua forma diária e os praticantes da mesma, de várias etnias e credos, tornaram tudo tão rico e absorvente, crescemos mentalmente com e para ela.

Loja Zara diz:
 ou seja, posso trabalhar onde quiser, quando quiser, etc

Loja Zara diz:
 é o que falta actualmente
 na internet

Doctor House diz:
 estamos nos 30
 aos 30, quem é anda pela internet?
 eu sei a resposta mas não a posso dizer
 mas digo
 andam todos

 só que uns, continuam enconados, e com cabelinhos à depressivo com gel a lembrar um ian curtis de pila pequena traumatizado
 e outros, deixam que a dignissima baleia esposa durma e ressone no seu pouso, para irem esgalhar uma para a internet, daí até foderem são 3 passos: H I 5
 são as prioridades da vidas
 uns alienaram-se em prol da familia que cresce do cão que mija no tapete, do lcd que não cabe no móvel tradicional português da sala de estar
 mas continuam lá, com horários e atitudes diferentes
 outros são os eternos prosaiscos do mp3, e da ceninha de fóruns de dEUS e nerdisses assim.
 isto não para, porque cada vez há mais gigabytes e mais baratos, é continuar a encher.

Loja Zara diz:
 mas sim, realmente, felizes dos pobres alienados
 todas as outras opções parecem de longe piores
 e são-no!

Doctor House diz:
 os robots das filas do colombo? vestem todos ao mesmo tempo, as promoções das camisolas verdas da C&A, e cheiram todos mal, também ao mesmo tempo. Até para ir cagar, fazem bixa, e sorriem todos ao mesmo tempo, e dizes: "kraftwerk" e eles impávidos, aceleram o passo, o puto cospe para o chão, a mãe gorila ofende-lhe ao de leve a vontade, e pagas 100 euros de picanha e rodizio num brasileiro, e lá
 estão estas familias, estes robots, onde putos correm À volta das mesas e chiam, chiam muito, com agudos que te cortam o cinzento mental, e as mães pavoneiam tiques adquiridos em circulos restritos da avon, e cujos maridos roçam ao leve o seu eufemismo no cabelo maricão do miguel veloso

Loja Zara diz:
 nao....já nem falo dessses, falo dos nossos camaradas da internet quem outrora pareciam seres humanos promissores
 hoje foram engolidos pela máquina

Doctor House diz:
 e tu pagaste como eles, mas não és como eles. Mas pagaste por uma injecção de realidade, afinal era um jantar, eram odores de restaurante gaúcho, era um atendimento requintado, onde te cospiam com uma tenaz a maminha no prato, mas não, não pode ser isso apenas, tens que levar o pacote inteiro, e juras nunca mais seres robot, e no dia a seguir rapas o cabelo à de niro num taxi, e matas três ou 4

 eles têm esperma, e dela fizeram crias que se cagam e sujam, e merecem toda a sua atenção de papás babados.
 queres o quê?
 Um ser moderno vive para três coisas:
 snifar coca, mostrar que trabalha, e ter um cão preto, um amigo gay e umas fufas por perto. Assim a casa nunca estará vazia.

Loja Zara diz:
 snifar coca é mesmo de mau gosto
 é tocar a campainha do pavlov sem o bife

Doctor House diz:
 eu odeio psicotrópicos, apenas me baseei no  que os "alternativos" pensam como acto único ao fim de semana livre.  É uma estética, chique e no-sense
 é uma auto-destruição confortável

Loja Zara diz:
 no-non-sense
 ya

Doctor House diz:
 é o mesmo que dizer: eu cocai-no-me todo

Loja Zara diz:
 mas isso é mais para as bandas de lx
 nota-se q a realidade que descreves é mt lx-centrica
 aqui no norte ainda é pior

Doctor House diz:
 e vocês familias com pilas pequenas e conas de sabão, façam muitas bolhinhas pela janela, façam todos ao mesmo tempo, porque eu vivo e vocês não

 somos todos iguais, não centremos o ghetto em lisboa
 a coca é cara, é branca chique, é arte, é como ver um river phoenix com aquela cicatriz na cara, e colocar nele as collants dos romanos, e mandá-lo limpar maximus em gladiator. É chique, é visual.
 Apesar de cobarde, e de amoral.
 Mas as famílias robots são piores!

Loja Zara diz:
 e depois tens os freaks new age
 que ainda são piores q os restantes
 absortos na própria superficialidade e hipocrisia
 q mundo este!

Doctor House diz:
 é o nosso mundo
 façamos por ele
 ou os queimas com fogo, ou com ácido, ou com lentes com o sol do meio dia
 ou então
 deixas-os definhar ao longe, e ris-te sempre que podes da incontinência da vida
 mas a verdade é uma:
 felizes são os tontos e inocentes são os ingénuos
 o resto somos nós: os sonsos, sínicos, de mera acuidade visual, de feitios postiços, melindrosos e curvilineos de vestes e perfis mentais subjacentes a um estado gémeos de horóscopo - sim a esquizo, está em todo o lado.
 Cabe a ti curares a doença do humano que pensa, todos os dias, ou então drogas que abafem toda e qualquer vontade em sofrer pelos demais. Deixa as putas e bruxas arderem em cima da joana do arco, sê mais recto e verdadeiro para ti: afasta-te, ganha forças supremas, e depois adapta-te a cada público alvo que ouse tocar-te na couraça, e abri-la-às a quem tu quiseres, porque tens esse dom.
 É fácil, basta não caires no conto do sonso e da sonsa, os maiores filhos da puta à face da terra, ao lado da outra que engravidou por poderes mágicos.

Loja Zara diz:
 sim, essa parte do afastar e ganhar forças e depois adaptar a cada público tb é algo que tb já concluí ser a melhor abordagem

Doctor House diz:
 estamos certos então, e se a certeza é a norma, acabamos de intimamente observar a nossa religião (só o homem é que tem o poder de criar cultos onde se fala do destino, que é o caso), havendo uma causa humana, o dogma formado pelo desconhecido passa a ser encarado como forma mera de filosofia, logo, já não tens esse peso às costas, dedica-te agora à equação do imediato: a satisfação
 paixão -> sexo -> amor
 ou sexo -> paixão -> amor
 depois consegues par
 evidencia isso nas tuas prioridades
 casa a dois permite viver a vida com todos os verbos de acção  casa a um, implica viver com estudantes ou pretos que vendem droga  o resto, já tens: toda essa inteligência que adquiriste, vai-te iluminar e recriar o caminho
 easy

Loja Zara diz:
 sim, um dos factores que pressionou esta saída também é essa falta de plenitude verbal a dois

Doctor House diz:
 exacto.


 


publicado por Bisbilhoteiro às 07:27
link do post | comentar | favorito
|

Conversas com o Doctor House

Loja Zara diz:
 fds as internetes andam mt vazias
 onde é que anda o psl todo?
 no facebook?

Doctor House diz:
 num sei mas deve ser provavel

Loja Zara diz:
 a internet morreu
 olha que caralho

Doctor House diz:
 eu axo ke a nossa idade morreu, a renovação é que dita

Loja Zara diz:
 qual renovação?

Doctor House diz:
 o nosso espaço ficou preso no tempo,  e nao houve renovacao

Loja Zara diz:
 soa-me bem,  desenvolve

Doctor House diz:
 mudaram-se as estéticas, e os melodramas, hoje já não é fixe o desporto, já não é fixe ser drogado mesmo drogado, hoje o etéreo inerente à massa arcaboiçal dos nosso intelectos da altura, onde imprimia-mos um estar à vontade sem preconceitos e lidavamos com isso com uma calma especial, hoje morreu não há.
 hoje o puto é atado, com um cérebro ainda a fecundar, apesar de perfilar 2 metros de físico, são todos musculados, ou abichanados, mas o padrão é o mesmo: não têm nada na cabeça, antes eramos os rascas, estes são apenas gel dos morangos/açucar em lágrimas fótocopia dos emos e emas, o preto cool americano do high school instalou-se, a ignorancia com um sorriso vale mais do que conhecer mogway

 hoje nada, apenas prateleiras já com a pochete para a mãe, e a toilette para os filhos atados, onde nada se pensa, nada se realiza, é apenas consumismo puro e duro, é como a gorda de 300 kilos que não se controla, sempre que vai à cozinha dá um pum enquanto come o frigorifico, são os nervos diz ela.

 o consumismo das prateleiras do jumbo, o padrão do pai toni de bigodaça e um bocado de merda ressequido debaixo da unhaca mantem-se, mas agora há a internet, as mães badochas depois dos 30 viraram monstros de telenovela portuguesa. Sim! A tvi mudou o fétiche pela globo, agora já se fala a lingua do gouxa e da puta gorda do malato. Os avós são zombies e reagem com simulações sonoras de orgasmos aos intransigentes apelos do líder babuíno, fernando mendes. Arfam, acotovelam-se, e a RTPinternacional é um sucesso para as escravas lusas nos luxemburgos, Portugal vê-se lá fora, e repercute o estériotipo do caldeirão dos labregos.

 Já falamos dos pais, dos avós, chegamos aos filhos... Os filhos têm internet, e é para terem um 10 a tic, a disciplina do tetris e do cm, porque o prof é um fixe, e até nos deixa passar o tempo no msn
 as galdérias amigas das pêgas brasileiras, mas com mais classe made in tugaland, recorrem à facilidade do ensino recorrente nocturno, para subirem do 9.º ano ao 12.º, e quiçá possam um dia ir brincar ao pessoal que veste batas e fétiches a tiracolo da medicina, sonham, sonham, e enquanto isso projectam-se na ignorãncia total dos cursos de novas oportunidades, que apenas imprimem na pessoa, um  estado de voyeur. Sim! As novas oportunidades, classificam e revalidam conhecimentos, baseado numa prova única desenvolvida em semanas, ou até uns mesitos, que consiste, em contar a vidinha da pessoa, de forma estruturada, a lembrar um curriculum vitae europeu. E quem o exclama são estas novas formadoras do broxe fácil, que arranjam formações a 15 euros à hora, e depois é só mania naquelas coninha
 coninhas, dizia eu, depiladas à volta, género tias alices, com focinhos de canixes, e a armar.

 Os putos... Os putos querem as internetes para ir ao Hi5 foder, simples quanto isso. Conhecem o Office, porque é uma séca, mas por vezes isso fala-se nas tic´s, sabem a muito esforço ver videos de motas no utubas, e o MSN para combinar flash mob´s a dois, enfim, o Hi5 como uma vez uma gaja me disse: "é para ir todos os dias mudar o fundo para cor-de-rosa e colocar fives nos amigos"...  e chega que a internet a mim mete-me nojo, por isso é que eu tenho a minha internet, onde não entra esta escória toda.

Loja Zara diz:
 precisamente, a questão é essa. A internet era um sítio onde os putos fixes acabavam todos por se conhecer e agrupar à volta dos conceitos intelectuais que partilhavam  e assim brotavam novas a bonitas amizades

Doctor House diz:
 já não há conceitos intelectuais, a meu ver à modas de consumo rápido, e senão absorvem perdem o comboio e ficam em casa sozinhos a masturbarem-se todos os dias.
 nós levamos por tabela reagimos contra isto  e não tinhamos que o fazer  mas é tudo já tão generalizado, que saimos lesados e influenciados

Loja Zara diz:
 às vezes ainda apanho umas ovelhas tresmalhadas  que rapidamente ficam deslumbradas com as potencialidades e o mundo que não conhecem, até mete impressão

Doctor House diz:
 vivemos tempos iguais à duração da sola de umas nike air jordan, rápidos efémeros e sujos, onde não se reaje... só se salta salta, até partir e ficar mortalmente ferido e com a desculpa certa para não largar o sofá.

Loja Zara diz:
 salvo seja, fala por ti, se bem q pronto, tb n posso falar muito, tou enfiado no sotão

Doctor House diz:
 eu falo dos outros

Loja Zara diz:
 nem sofá tenho, caralho

Doctor House diz:
 não é de mim, de mim? de mim, basta-me dizer, que me estou a cagar para esta sociedade de merda, para este poço sem fundo, de atrasados mentais acomodados, e os bimbos saltam todos os dias, eu há muito tempo que me defini como outsider, louco insano, onde ninguém me toca porque eu não deixo

Loja Zara diz:
 same here

Doctor House diz:
 mas vendo bem, esta sociedade de merda interessa-me, para continuar a manter os meus pequenos prazeres

Loja Zara diz:
 sim, a partir do momento que percebes cm funciona, dá para começar a manipular as ovelhas

Doctor House diz:
 a nossa pátria são marcas que sulcam os nossos centros do prazer, apesar dos germes humanos em micose absoluta

Loja Zara diz:
 um gajo até passou anos a tentar estabelecer relações de forma honesta e genuína...e só apanhou com merda na cara então agora nem sequer causa peso na consciência manipular os vermes psychokilllllaahh ahhahaaa

Doctor House diz:
 a verdade é uma forma absoluta de priveligiar a vida e não a fótocopia, sou a favor da verdade, mas a verdade é ganha e merecida por quem o demonstre, de resto só levam rolos de merda de elefante

Loja Zara diz:
 pois é...mas cada vez que penso "que atrasado(s) mental(is)" é um bocado desesperante este mar de misantropia, é complicado reagir sem ser com letargia e aborrecimento

Doctor House diz:
 é desprezo puro e duro

Loja Zara diz:
 a n ser quando estão envolvidos os tais pequenos prazeres, sim, mas torna-se cíclico e morres de aborrecimento

Doctor House diz:
 e por vezes em conversas como estas, até podemos rir desses seres humanoides que não são mais que esterco que aprenderam a rebolar na vidinha deles. depende do prazer que geras, e o grau de auto-conhecimento que esperas adquirir com as situações, eu elimino a auto-lamentação de actos estúpidos e passo para a surrealização, o que me enche o ego, e a estima, basta tentar perceber a anedota que poderá ter um calhau do outro lado.

Loja Zara diz:
 acho q tb faço um pouco isso
 de qq forma espero esta semana
 BAZAR DE CASA DOS PAPÁS
 por falta de autonomia económica
 fui-me deixando ficar
 deglutindo fezes diariamente
 enfim
 nem sequer vivi uma adolescência em condições
 a cena mais radical que tive foram umas calças elásticas em 1994

Doctor House diz:
 as coisas senão são vividas a seu tempo, enchem como cogumelos invisiveis na face, e como organismos fungosos, são um fungo em potência que ao acordares já fora do seu tempo, o que trazem? Fungos, e ceninhas género musgo escorregadio e mal inacabado do presépio, primeiro começa pela cara, e depois desce às partes que freud cita como o coração do homem: o caralho pois. Senão vives as ganzinhas,
 o sexo em grupo, as violações de putas com a facilidade de um vinho do porto um charro, e uma pila nos seus cuzinhos e depois choram, mas é bom, senão vives as barrelas onde se mete erva que provoca alergias na zona genital e se rapam os púbicos, senão apanhas uma bebedeira daquelas, que quando chegas a casa depois de estourares 100 euros em vinho com putas com ar de bisavós da faia piscatória

 e no processo vomitas a casa toda dos papás, e és durante uma semana, um adolescente mau e sujo para a mamã, mas para o papá és ascendido a filho macho com pila de Homem grande que vai às putas, e ele vai contar a toda a gente, e deixa de estar em causa o sexo com paneleiros, porque és macho, porque  és bruto e embebedas-te, e o teu pai torna-se durante 5 segundos uma bradshaw de sexo e a cidade,

 e quer saber tudo tudo tudo sobre as putas, o absinto, e com quem andaste, para saber qual é a matal fixe de 75 que foi à tropa contigo. Ele chora por dentro! Ele revê-se em ti, e isso é tudo o que interessa para um pai. E tu deixas de ser o  teenager dos pêlos a imitar a barba dos trolls, atinges o grau de ícone de filho de família, já podes dar umas, já podes mijar no vaso, já te têm todo conquistado, e retóricamente tu és o MAN! tu já não tens que demonstrar por A+B porque é que curtes maricas do electro, e nunca mais terás que justificar os cabelinhos com gel imprimidos para a frente em rockabilly mas mais cure, fazendo uma abóboda de cabelos em vaso ao contrário que te caiem pela cara abaixo. Passas a ter noção que podes tatuar o corpo, e colocar um piercing. Os pais honram-te!

Loja Mango diz:
Posso entrar?!

Doctor House diz:
Mango desculpa, mas tu estás bem é a vender roupinha às monstras e pitinhas monstras deste Portugal, mete-te a andar daqui para fora.

Loja Mango diz:
Mas eu tenho culpa?

Doctor House diz:
Criaste um nicho de mercado, onde as mulheres vão buscar  para mostrar a marca MANGO, sentido-se fémeas de verdade, conas ardentes e prestáveis. Fizeste delas, simples putas servas e sem um mero gosto, em infinita repetição monocórdica, devias ter vergonha. Mango mango mango, escrito em todo o lado, vacas com mango a verde nas mamas descaídas, não há pachorra!

Doctor House diz:
 as coisas a seu tempo são importantissimas, ora vê senão dás o momento "sexo e a cidade" ao papá
 ou se a mãe fica eternamente sem te achar um sujo e porco  ficarás para sempre na estante dos rótulos que se dão aos meninos virgens, maluquinhos, incompreendidos
 e a asa da mãe galinha irá ser maior que as asas das outras mães  chamar cabra a uma mãe é saudável

Loja Zara diz:
 a mim nem sequer me deixavam sair

Doctor House diz:
 desenvolve até mais rápidamente o processo

Loja Zara diz:
 e dps era alto controlo via telemóvel
 smp a chatear

Doctor House diz:
 é bom que uma mãe saiba que o filho também fode, e é bom que um filho também saiba que uma mãe também fode

Loja Zara diz:
 da minha parte essa realização surgiu bastante cedo
 pré-teens até, achei normal e compreensível
 tenho uma abordagem bastante analítica À realidade
 penso sempre fora-da-caixa

Doctor House diz:
 mas que gera em ti um efeito, de pantufa (daquelas grandes, com bonecos à frente), para onde vais, assentas o pé fofinho no chão, e toda a gente te vê primeiro, porque as pantufas são o máximo um dia, depois...

Loja Zara diz:
 como um observador omnipotente
 ou diria mais, observador externo e inatingível

Doctor House diz:
 mas essa omnipresença pode ser amputadora da realidade... se vês tudo, se sabes tudo, adivinhas com precisão o resultado das investidas das tuas acções, e o que acontece? Como qualquer inteligência artificial de qualquer computador, acabas por não desgastar-te a ti próprio porque já dominas a situação e a situação tem um desfecho cagado.
 é um fardo saber tudo, ou ter quase sempre a razão

Loja Zara diz:
 claro q é, n a defendo, apenas foi o que foi acontecendo, ou acho eu, de resto sou uma perfeita desilusão, o ideal máximo caseiro é o pequeno burgu~es

Doctor House diz:
 e que vida vives? Os trolls e vizinhos dos prédios ao lado, cagam à mesma hora, tomam banho à mesma hora, e imagine-se! Até batem nos filhos à mesma hora. Agora é esperar uns anos, e perceber quais os filhos educados nesta periferia a preto-e-branco que vão iniciar o espancamento aos pais. Há maneiras de espancar sem ser com a mão.

Loja Zara diz:
 origem humilde, teve oportunidade para estudar
 formou-se em medicina
 e hoje em dia tem uma vivenda e um bruto BMW
 e é o sr.dr. reverenciado por toda a gente

Doctor House diz:
 O pequeno burguês? É aquele que bebe whiskey de 8 anos nos jantares de grupo e numa de sorriso enorme, mete na conta do grupo? E no grupo há sempre uma pequena janada do "trance" que tudo mete em causa, porque é forreta, e cria-se o fenómeno social do "burguês", o gajo que fuma os seus charros, tem o seu porno especial, e faz sempre aquele sorriso de superioridade?
 O pequeno burguês só conhece o Cutty Sark, e o universo dos gadgets com mamas de uma maxmen.
 É deste que falas?

Loja Zara diz:
 na, esse é qd mt o moderno
 falo do peq.burguês salazarista
 old school

Doctor House diz:
 O burguês dos 90´s?
 Ou o burguês que um dia era fã dos sex pistols, porque era moda

Loja Zara diz:
 basicamente o único medidor de sucesso existencial é o dinheiro e claro, a boa moral, mas isso n há problema desde que bem justificado e/ou escondido

Doctor House diz:
 o burguês para mim é um país chamado holanda, que fode tudo e todos, desde que enriqueça
 é esta a máxima

Loja Zara diz:
 estás a ver um comunista a viver numa família de nazis?
 acho q se pode resumir um bocado assim o drama dos últimos 15 anos

Doctor House diz:
 quem não quer enriquecer, e só quer curtir e andar por cá sem chatear ninguém, podia quanto muito ser um Behaviorismo do sexo lânguido e monogâmico, com pitadas de vícios que facilitam o processo de nem olhar pela janela e ver o mundo lá fora. Isto é um burguês a sério para mim.

Loja Zara diz:
 um budista numa família de capitalistas
 and so forth

Doctor House diz:
 A kate Winslet ganha um oscar, porque dá umas quécas com um puto com um caralho enorme, e bate com força numa mesa castanha quando é julgada por ter deixado arder 300 mulheres numa igreja.

Loja Zara diz:
 manipulado e oprimido pela falta de poder económico
 e pelo próprio medo de enfrentar um possível mundo de sem-abrigo e miséria

Doctor House diz:
 Este oscar é burguês, tenta rejeitar o sentido de culpa histórica com uma breve absorção do tempo num culminar físico numa mesa, com o ar doce - o mesmo ar doce de sempre!!! - a burguesia quer o bem através do desdém.
 então a burguesia é o quê?

Loja Zara diz:
 colocar os bens materiais acima de todos os outros?
 e usá-los como medidor de sucesso

Doctor House diz:
 Falhas graves e profundas no macaco-homem, que o deixam tão à deriva nas cabalas e cenas falocráticas de cada religião (imagina a pissa do buda, nunca se fala nela), e com algodão cartesiano aqui e ali, promove-se todo um conjunto de acções disculpatórias, e voilá, temos um burguês que se preocupa, mas renega-se aos seus hábitos perdoáveis, porque se preocupa.
 sim! É como os lions em portugal, cambada de chupistas e broxistas. Vivem de almoços, dão-se como famílias indianas, casam por interesses, e eles comem-nas à grande e francesa em rodelas de cocaína que enevergonhariam as casas de banho das gajas do lux, e depois a merda da maçonaria, prontinhos para ferrar a dentadura-tubarão. Onde iamos? Eu odeio élites, especialmente aquelas que vestem uma cruz
 vermelha.  Vamos dizer o quê? Nada, isto ultrapassa o burguês, ele mede-se pela maxmen, pela men´s health, e por estrógénio dos ginásios e solários, e ugh´s ughs dos seguranças das discotecas... argh.



(continua)


publicado por Bisbilhoteiro às 05:59
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 15 de Fevereiro de 2009

Conversas com o Doctor House

Gestapo diz:

 

Mamar aguardente e a pesquisar candeeiros on-line

Passei o dia com uma conga deslavada!

Rata cheira de bicharocos

 

Doutor House diz:

 

E não lavastes-lhe a cona?

 

Gestapo diz:

 

não a ia estar a esfolhar com aquela medra assim!

tb nao sou assim tanto de porco

tem tudo o seu limite!!

 

Doctor House diz:

lavastes-lhe a cona com aguardente para fazer minete!

 

Gestapo diz:

por mim merdas tipo SM, oleos, alegemas

fds naquilo é que nao metia lá a lingua agora!

Eu bem tinha essa intenção

aliás tínhamos todos achacada

 

Doctor House diz:

aguardente desinfecta!

 

Gestapo diz:

mas aquilo assim nao!

   fds mas nao a 100%

(eu e ela) para a rata toda não

e aquilo vem-se tudo e cheira mal pra caralho

fds ginecologia! foda-se!!! tá quieto

   depois é todas as gajas que conheces e que cheiram mal da rata a baterem-te à porta!

 

Doctor House diz:

mas quando vem-se cheira bem!

 

Gestapo diz:

eu quero é que elas me batam à porta para foder!

 

Doctor House diz:

ela mijou-se ou foi mesmo o liquido orgânico que o organismo expele depois da cena?

 

Gestapo diz:

vem-se no sentido de sair nhanha

 

Doctor House diz:

espremeste-lhe a bexiga com o caralho!

Ritalina, benzina e um pozinho de pau de Cabinda, fazem do anão um ogre vergalhão!

 

Gestapo diz:

Não é orgasmo como nós

que até serve para ver o grau de tesão/ depravaras!

há uma expressão genial que um amigo  meu me contou e que eu anotei de imediato!!

“já tenho o branco até aos olhos”

 

Doctor House diz:

e veio-se muito?

esguichou?!

ou foi em soluços?

 

Gestapo diz:

ela é mais convulsiva! ahahahahaha

ela hoje chamou-me javardo e porco!!

 

Doctor House diz:

boa! é porque tem a cona treinadinha! Ela não precisa de aparatos que vão da borracha ao metal, para lhe induzirem o meio caminho andado para a cena do orgasmo.

 

Gestapo diz:

adoro!! 

 

Doctor House diz:

javardo e porco?

esfregastes-lhe a nhanha?

 

Gestapo diz:

Tudo porque andei com a mão numa rata no dia em que morreu uma pessoa chegada

já não há compreensão pela vida foda-se...

 

Doctor House diz:

?!

 

Gestapo diz:

é pá quis mandar uma foda na cozinha, mas era má onda se alguém nos canasse...né!!??

mas depois ficamo-nos por acções debaixo da mesa do jantar ahahahahah

enquanto o people estava todo à mesa (incluindo as nossas famílias)

ahahahahahah

adoro estas merdas

 

Doctor House diz:

nada tranquiliza mais que uma cona

eu entendo-te!

 

Gestapo diz:

merdas*...ganhei-lhe o gosto com outra gaja igualmente ninfomaniaca também com os pais ao final da tarde e quando tinha eu os meus 15 anitos ahahaha

 

Doctor House diz:

é quase freudiana a minha compreensão! Mas ocorre-me mais salvar as fés dos miseráveis que habitam quase-quase debaixo da minha cama. Corro sempre em seu salvamento, não forço, mas também não idealizo outra coisa, no dia que corre mal, eles estarão debaixo da cama, até que me drogo, e passa.

 

Gestapo diz:

e o velório foi cá em casa

e pois...

ela chegou mais tarde e foda-se...

 

Doctor House diz:

mas quando foi exactamente isso?

 

Gestapo diz:

tinha as hormonas todas avariadas ahahahaha

13 de Março de 2006

 

Doctor House diz:

e lembraste-te e pusestes-lhe a mão...

tá certo...

parece-me bem...

 

Gestapo diz:

Santa foda, foda-se! É claro, depois de estar-mos na cozinha onde só me apeteceu puxar-lhe o vestidinho para cima (adoro-a com aquele vestido e adoro o vestido nela!), tipo de lã e curtinho, que tusa que aquilo me dá! Adoro cenas assim que é só levantar com a mão e enterra-lo todo!

 

Doctor House diz:

méméeeéeééé

melhor que isso é mesmo sem nada

Nuazinha pela casa

 

Gestapo diz:

ya claro

nisso somos peritos!

andar nus pela casa a foder por tudo quanto é canto

yeaaaaaahhh!!!!!!!!!!!!!!!!

 

Doctor House diz:

és como um coelho da quinta

20 segundos em cada esquina!!!

 

Gestapo diz:

ya

Foda-se é pá eu acho q sou quase anormal no sentido de poder passar o dia a foder

mas já conheci várias que também são assim

e como tal não podemos ser doentes!

 

Doctor House diz:

Se fodes é porque podes! E a normalidade é o padrão adquirido, se há mais, está tudo bem. Há mais não é? É muita foda.

 

Gestapo diz:

somos uma variante da norma - e a meu ver a melhor variante!!

 

Gestapo diz:

ya

nao entendo como é q há gajas que não fodem

aquela merda não se cola toda?

nao sei como é que não sentem necessidade...foda-se

 


publicado por Bisbilhoteiro às 23:02
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 5 de Agosto de 2007

Conversas com o Doctor House sobre Gajas e o Hi5

Eles andavam a subornar pessoal na net, era uma coisa a três, entrava a vagina dela - a esposa - o caralho do marido, e um cú de um homem - desses vagos reticentes da internet.

A vida a ejacular, levou-o ao divórcio, ela sentiu-se ultrapassada, já com mamas sêcas e sacudidas ao vento, e ele com barriga de elefante, feios para o mundo, com dois filhos perfeitamente anormais, com manchas na cara, e hostilidade como imagem social. A filha, Anita de nome, e duas pernas e uma vagina cheia de farta e escurta pentelheira, mas isso é só um pormenor.

 

 

A miúda encontra o Doctor House e começa a divagar:

 


Comecei a andar c uma amiga do meu curso, ha coisa d um mês. mas so a conhecço ha uns meses, pq é d um ano abaixo, saímos umas vezes e tal, nada d mais, por enquanto, ha uns dias, mostrou-m o hi5, coisa q odeio e q nunca la fui, supostamente ela tem um ar mto d menina angelical. mas pelo q s ve la, tem mais contactos d gajos q sei la o q, tem por exemplo um, a q pos um five de cute, ha uns meses, e como ontem, perguntei s keria sair, e n fomos, pq temos q estudar, o q é verdade, por termos exame 3ª, mas eu, ciumento obcecado como sempre sou, desconfio d tudo, inclusivé por s ter ido deitar ontem à meia-noite, q foi qdo saiu do messenger, mas como m ficou a martelar, fui mto dignamente diga-se, tentar descobrir a pass dela do hi5, lol, e por acaso descobri-a, pq era o nome duma musica, e mto dignamente andei a ver as mensagens e tal. e descobri umas mensagens em q foi tomar café c uns 2 ou 3 gajos, ao longo deste ano

 


És fufa portanto. Isso não é mau de todo, mas tens que ter cuidado, Eles andam aí. Apertar as mamas com fita-cola, eliminares os rasgos femininos, um dildo de plástico... Não tens medo? Parece-me que tu só és fufa por ser da moda, ou engano-me? Ou nada, se és fufa não tens que o demonstrar nas paranoias dos machistas de falo pequeno, que consomem toda a merda porno, e gajas como tu, trocam as carnes que prendem as ditosas linguas! Força fufa!

 

 

Um deles, tinha uma mensagem de fim de novembro, e eu saí c ela pela primeira vez depois em dezembro, por isso nada d mais, mas numa vez q fomos sair, recebeu uma mensagem no tlm d alguem q ele disse "porra, é uma gaja q uma vez dei o nº, do hi5, e ta-m a mandar mensagens d propostas indecentes", tu como é q farias p tentar saber s pode ainda andar c essa gaja, ou qq coisa assim? na tua enorme sapiência gay, ó doctor house. Ajude-me! Esta fufa infeliz...

 
Pergunta-lhe, e confia, mas isso é a resposta cristã que te dou

 

mas o problema, é q fui vasculhar e ver mensagens, lol. s perguntar, nunca m vai dizer exactamente tudinho, como acho q ninguem diria, o problema é q ja sei q n á tudo, pq ja sei,, q n é tudo, digo


duvidas dela AGORA, ou do passado dela?

d agora.. mas do passado tb, lol, é q é estranho pensares numa pessoa duma maneira, como mto "inocentezinha", e mto provavelmente ser mto diferente

mmmm, a maioria das gajas que conheço é simulada, pudicas e sonsas à frente, e putas por trás--- mas isto nao te vai ajudar, agora a minha resposta satânica, o que eu acho realmente do hi5, o hi5 é para foder, ponto final, eu nao aceito andar com alguem que tenha profiles na net, porque isso devora e mina a minha relação!

 

claro... até pq os 2 gajos q vi q mandou mensagens, eram  ambos tipos q andavam no colegio dela, e q mandou mensagens depois a convidar p um cafe, lol

 


o profile é para quem quer ser bajulado, e para quem quer se sentir livre de pressões e de criticas, até no campo sexual e de atenção, supostamente essa deveria ser dos conjugues

claro, tens razao

 


olha eu tou a fizer "livre de criticas e pressões" a NIVEL DE RELAÇÂO, porque toda a gente precisa do seu espaço individual,  ? são duas coisas diferentes, mas dar o telele pelo hi5... é... ou pouco inteligente ou então um acto "maroto"

 

 

 

pelo hi5 logo nao. mas basicamente toda a gente q ia pondo no hi5 dava o mail do messenger, pah, caga, a unica resposta q podes dar é obvia, e é o q ja disseste

 


opá, a gaja é fixe, tu és fixe, tão à espera do quê?, o dialogo minha fufa !

 

 

 

esquece. eu é q nesta altura precisava d tudo menos destas merdas

 


o dialogo é tudo, é supremo. Fazer filmes com ou sem razão, leva-te a fazer ainda mais filmes. se queres que a coisa tenha pés para andar, tens que saber falar tudo mas mesmo tudo, e saber dizê-lo, eu muitas vezes não digo as coisas da melhor maneira, basta controlar a agressividade, mas isso é a teoria, sem confiança, surgem inevitavelmente os ciumes, e as duvidas, e nada pior que isso para destruir aos poucos lentamente uma relação que se quer para sempre (eu que sou apostolo da monogamia)

 

 

pois, mas ultimamente filmes é a unica coisa q faço, lol. ja nem sei o faço... desconfio q qq dia apareço é num sitio qq c uma bala nos cornos. ja nem sei kem sou, lol

 

 


na ultima vez que falamos ja me tinhas falado de filmes para aqui e para ali

 

 

 

ha uns anos, era sempre o gajo mais comico, ate todas as gajas m achavam piada e tal, e tava sempre a treinar, c um cabedal. mas tou cada vez mais revoltado, e nem é por relaçoes, pah, odeio é toda a gente, só hipocritas e mentirosos. cada vez mais solitario a ler livros e filmes q ninguem ve

 

 


nao é so com a miuda que os fazes, acho, e isso está a comerte por dentro meu, como eu, há uns anos eu era um palhaço, agora so sou palhaço (e é do coração sê-lo) para quem merece (me merece)

 

pois

 

 

 

eu sei bem a merda que é... ficamos reduzidos a quase ninguem

 

 

 

eu ja tou no ponto em q é literalmente ninguem, e isso ja n é mto suportavel

 

 

 

mas ve isto como uma forma de investires mais na familia (nuclear) e nakela ke formaste com um ou dois bacanos

 

 

 

devo ser dakelas pessoas q so tao bem deprimidas, tb..., mm a familia, tou cada vez + distante, e por culpa minha, lol

 

 


e depois dai, uma coisa arrasta a outra, e vais ver que as pessoas mais reconditas te vão surpreender, e as outras todas (desta forma) vão mostrar-te o que são (e vai ser um alivio perceberes certas coisas que já percebias à algum tempo, mas simplesmente não querias acreditar), o orgulho mata pah! Dá uma hipotese a quem te ama. E os outros, eu já tou na fase dos outros (se é que há fases), aprendi de uma vez por todas a rir na cara das pessoas que andaram comigo por interesse, e já não tenho medo de dizer-lhes o que acho delas. FUCK OFF com merda.


 

lol, n consigo. sou tao orgulhoso q n m lembro d ter chorado, s ker. e n chorar é o maior sinal d depressao, nem qdo morreu o meu avô, lol. fikei frio como a raínha d inglaterra, no meu canto, e a ouvir arcade fire, p meter mas agua na fervura,   ,sou uma merda.. caga, n ligues

 

 


tás a fazer questão em montar um cenário videoclip arcadefire-radiohead... já não tens idade para ler o blitz pah... o orgulho é um machado que corta tudo, se não for doseado (e desculpa este toQue de sermão) digo... és parva, uma fufa parva... tamos cá para quê? Pa sermos politicamento pouco estorvos, muito lindos, very cutes, e uns acaralhados de merda que ninguem sabe nada de nada, ando (andamos) fartos de ver apenas a superficie das pessoas, apenas isso... isso ja me matou mais

 

 

 

tens razao.., mas sou ja uma tipa tao velha por dentro, q mais alguma machadada e fico d vez um caco

 


nao tenho nada, nao sejas conas, manda foder o ppl, e dáte a kem te merece, velho é o tintol pah


 

lol, e ultimamente ate pareço uma ciquentona bitch, so a comprar roupa e o caralho

 

 


ao menos se te faz feliz compraaaaaaaaaaaaa, se te deprime depois, faz como eu, anda com a mesma roupa 2 semanas so pa veres a reação do gado

 

 


n faz feliz, lol. é só mais uma das formas q eu arranjo p me tornar "perfeito", tenho q treinar mais q toda a gente, mas ficar em melhor forma, tenho q ser mais esperto q todos, mais bem vestido, mais culto, tudo... sou um narcisista q n gosta d si, 

 

 

 

mas isso são exigencias de pais reprimistas de quando eras uma criança? Onde formaste esse ideal e como? a leres livros? filmes? tv? musica? ideiais formam-se para dar resposta a desejos-> desejos são objectivos a prazo que passam com o tempo, mas os ideais vêm de alguma coisa por dentro, um traumazito

 

 

 

 

n sei, desde puto q comecei c filmes. ja prai qdo tava no 8º ou 9ºano, gostava da gaja q era mais popular, etc. e ela gostou d mim, mas eu era infantil e nem m apercebi, mas sempr desde aí q tentei ser o melhor em tudo, acho q na tentativa d ser apreciado pelos outros, mas faço isso ate ao maximo, e nunca dou tempo a ninguem, lol, por isso n tem fim

 

 

 

viveste sempre com a pretensão a ser o gajo popular, o gajo alternativo popular ou o gajo popular da associacao de estudantes, e deixaste ficar a fasquia? e nunca caiste? genero, estas no ar e depois sentes o fracasso do chão, da terra, do mundano...

 

 

 

 

sim... prai no 5º e 6º ano, era mm mto calado, e niguem falava comigo. comecei mais tarde  afazer palhaçadas, e devo ter pensado: ah, entao é isto q é preciso

 

 

 

e isso era qualquer coisa que tu nunca quererias, porque EU sou especial, todos somos, mas eu acho que EU sou mais, e tu deves pensar o mesmo, e o resto para nós é gado., e o ciclo continuará até nos magoarmos a sério para abrirmos os olhos, entretanto quem investiu curiosidade ou uma factura do passado em nós, pode ser magoado com a nossa atitude. E depois...

 

 

 

 

mas qdo n temos ninguem, nem mm ninguem p ser confidente, n nos podemos dar ao luxo d cagar pros outros, lol

 

 

 

ou gostam de nós como aberrações exóticas e excêntricas para mostrar e abanar por aí em excursões ao shopping ou à rua dos bares (paserelle social), ou desistem de nós mal arranjem outra ave rara dourada, sim.. mas todos temos alguém, não és o al pacino no taxi driver, quando rapa a cabeça e quer matar o mundo para se matar a seguir. És un gajo, que nem tem 30 anos, e tem necessidade de violar o cérebro com desejos maus auto-inflingidos em que se sente velho, horrivel, pesado e deixado ele próprio do mundo. Isso é uma dramatização pah!

 

 

 

 

n sei... n sei d onde vem esta revolta toda... ja sao anos a mais cheios d raiva... nem sei qual a razao dela. mas preciso d a soltar, e nem sei como eu sei q é...  ..

 

 

 

fumas charros, vais a sitios ecléticos a xeirar a coisas trancendentes, falas caro com sabedoria do que tu conheces bem, lês os suplementos de musica/arte, vestes o teu estilo x, és um gajo que tem prazer em dizer não à plebe... és sensivel demasiado., embrutece-te um pouco - não é resposta. é na simplicidade que está a resposta

 

 

 

 

mas neste mundo n ha espaço p gente sensivel... é das poucas q aprendi em 24 anos

nao é resposta pah. os outros os outros os outros... nao te desculpes com os outros, eu sou sensivel. eu sou grunho, eu sou o maximo, eu sou um gajo popular, não me importo com os rotulos. A COMEÇAR POR AI

 

 

 

lol, sou um caso tao obvio q m fazes ter pena d mim mesmo... q tristeza, lol

 

 


e é isso que me delicia, "enganar" o mundo com os seus rotulos, hoje sou grunho, amanha sou professor, hoje sou um bebado alegre, amanha sou um poeta chorão

 

 

 

 

mas isso é o maior problema, n faço ideia do k kero ser, nem sei s ker s kero ser alguma coisa

 

 


a vida é tão curta... merece-mo-la a passar assim à nossa frente, e nem temos tempo para ela... porque... nossa senhora do caralho... porque, não nos contentamos com nada.
aos 24 a vida é mega foda, aos 26 ainda é mega foda mas já mais easy, aos 28 és um caralhudo fodilhão do cimento das cidades, aos 29 abres a pestana ao que te rodeia, e aos 30... mandas no mundo do zoo, ou não. cada um é um pequeno milagre

so sei uma coisa, nestas alturas gostava d ser religioso, lol, qdo s é vazio d ideais é mais dificil,

 eu sou religioso, acredito no caralho, o caralho poderoso, o caralho é que nos faz ir ali ou ali, qual é a essência do homem? Se lha tirares o homem perde o seu poder? é o caralho, o caralho é a melhor igreja que se pode seguir!

Mas tu és fufa, não sabes nada disso... foda-se!

 

 

 

 

 

 

 





publicado por Bisbilhoteiro às 10:18
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Sábado, 30 de Junho de 2007

Conversa com o Doctor House

Eu curto de começar por baixo.
O que não curtia era passar a vida e não conseguir sair debaixo

"Eu curto" - coisa de adolescente, aliás "coisa" é ainda mais de adolescente, este simbolismo rasca arcaico-grunho-pré-histórico da "faladura" portuguesa é qualquer coisa. Culpa do pessoal do norte, e amparado pela preguicite do pessoal do sul. País de merda.

O problema é que a vida são 2 segundos, essa historia de orgulho e responsabilidade, de ir crescendo... funcionava antes dos anos 90. Agora, sabemos que há um mundo lá fora, e que o tempo não volta atrás. Perder esse mundo para contribuir para a moral parôla do zé povinho trabalhador que merece o pão que ganha... é cómico e trágico... e certo... choremos?

Eu sou como tu, mas mal possa mando tudo á merda e mostro os dentes

Embora às vezes essa seja a única opção aparentemente disponivel, como é possível, com a internet... manter essa relação equilibrada de louvor e sacrificio com a vida? não é possivel! tens engates em 3 segundos, tens vidas para conhecer, tens relações de prostituição ou turismo, tens um mundo de bares, rios bonitos, pessoas coloridas, dentes brancos, tens geografia aberta, só depende duns trocos de avião, quem é que tem cabeça para ter essa vida de anos de escravidão?

Ou tens uma namorada, que quer casar, porque o ritmo ciclo relógio biológico dela está aos saltos e quer esperma teu! já! para poder ficar em casa a domesticar, e tu a trabalhar como um mouro, o sustento da familia, do carro e da tv grande que o vizinho do lado tambem tem...
E dás um ano á relação, e já andas a por os cornos com o maior sorriso do mundo, e ela, a tua esposa, já ficou uma baleia, uma autêntica e bonita baleia, cheia de verdume debaixo das mamas flácidas e com estrias da vagina até aos pés...

Eu quero continuar livre de tudo e de todos, mas quero ter uma namorada e ser livre a dois

isso é bonito!

"Eu quero" - isso do querer, é como adoptar uma criança mongoloida, porque é a única criança que te vão dar para as mãos. Querer assim, nesses termos é realmente fácil. querer não basta! É bonito, as relações à Lisboa, como eu lhes chamo, vivem como amigos, aliás como irmãos, e cada um fode com pessoal casado - que é mais divertido - e no fim, consomem o mesmo na mesma casa, o tal espaço económico comum, até podem ter dois quartos, e dizerem perante os amigos o vosso amor total e único, mas no entanto, toma lá senhor estranho! toma lá com força!
O grande substantivo do caralho do amor à Lisboa é uma cena contemporânea, linda de aparecer num desses livros de gajos que ganham nobeis da literatura. E se dás uma de ser diferente do zé povinho - deixando de lado as excelentes obra-pimba da fáfá de belém e afins - rodeias-te do quê? Qual é o máximo na diferença? É gente indigente, pessoal com traumas de pila pequena ou de sexualidade reprimida que fumam charros como eu bebo água... isso é um idecoro para a tua maturidade mental pah!

Um drogadito que se diz alternativo é uma saída fácil.

No Lux ou na casa do mânfio no sodré, na esplanada ao sol de chinelinho de enfiar no dedo grande... manfios! Acorda pah!

Certo

Indecoro, é um córo indy, ou indie, cheio de circo, mas é tudo circo, um com luzes outro com éter que dá moca, e se corres muito rápido da luz para o escuro, arriscas-te a sofrer uma baixa de tensão, e isso ao minimo sinal, é logo suicidio, ou sinal do Deus dos pretos. Porque Deus nasceu nas africas apesar dos caucasianos de merda donos do mundo lerem e adaptarem esse livro de encher folhas, capítulos e o elitista-merdoso índice no cú quando fazes merda... Apanaceia de merda á nossa volta. E dizes que tens uma relação, a dois a três, livre e liberta... Acho bem! Posso achar? Posso apalpar-te duas coisas, esse nó horrível no pescoço, e o teu estado crível ideossincrazizado ledo.

Podes, mas não entendeste bem o que disse...


"não queres stress"

Eu queria uma relação meio a sério,

"isso dá stress"

Também me dá stress não ter gaja, apaixono-me por tudo o que vejo na rua

"se tens gaja, tens que ser fiél, ou ela descobre", em que ficamos?

Mas se eu gosto dela, isso não é problema, é problema quando ela me é infiel, por causa dos meus ciumes e insegurança.

Gostar ao fim de semana, gostar durante a semana, gostar quando ela telefona, gostar quando precisas de boleia, ou gostar numa relação comum no mesmo piso, no mesmo tudo, em que tudo é a relação? O verbo gostar é apenas um verbo, rega-o com gasolina, e faz a dança da chuva.

Eu sou daqueles que quando se apaixona perde o tesão pelas outras

As pessoas são velhas por dentro, e quando o descubrires vais vomitar em cima dela.
Se a amas, diz-me uma coisa sui generis, eras capaz de manter o cuspo do seu broche, uma tarde inteira nas cuecas, e que ele secasse por si, em honra a esse amor feudo?

Sei lá, não estou a pensar em nenhuma em especial, mas se pe tivesses perguntado isso há uns tempos, era capaz de responder que sim

Então não tens mulher alvo, tens todas. Tu desces e sobes as escadas do colombo centro comercial, para seguires as cuecas brancas desses amores da tua vida, que arranjas em cinco minutos! Isso é vaidade da pila!

Eu acho que tenho a pila pequena, mas é desses amores que sofro neste momento
amores de autocarros

mas e depois? Pila pequena, mente enorme, brincadeira garantida!

escadas rolantes
entradas de café
arrasam comigo

Rebolar em 69´s, foder de lado, remoer a vagina, como um coelho, não é necessário falo abismal, sabias?
Tu queres um objecto manequim, acorrentado em casa, mas vais atrás de brisas de perfumes de tipas que vendem em lojas tudo menos inteligência

mas eu entrei em fase de tanso há cerca de 2 anos

Loiras á muitas nas revistas dos taxistas.

pois vou, porque não tenho nada
eu hoje em dia sou a definição de tanso

se és tanso, mata o tanso, corre ao rio mais perto, e salta nú, destroi essa graça e jura não mais. Dorme e ficas bom!

e acho a minha inteligencia um estorvo, quando se trata de engates

Não me digas que não engatas em 3 segundos? Ó gajo, engatar é com os olhos.
Tau... tau... tau! Já está!

não engato
sou inseguro
sou engatado
é diferente
e vou engatado para casa

só vives uma vez... deixa o morfolismo disléxico de fora, empacota os adjectivos num saco escuro. Só precisas do lado directo e animal. Tu és um animal, os animais se têm fome abrem a boca e atacam. Não és um livro!

vou engatato para casa a pensaar que tenho de rapar os pelos do peito e cortar as unhas dos pés. ouvir david fonseca e nelly furtado
sou um animal que precisa de amor
como um gatinho que se vem roçar nas pernas

Auto-estima! Se abres a camisa, e metes meia pila de fora, não faças a barba uns dois meses, e vestes umas calças velhas e uma camisa do mais feio, assim para o havai... passas a rua, e gritas para alguém.. vais ver que essa pessoa te vai chamar de SEXY
o engate, a foda, a relação subtil mas trolha, faz-se com insensibilidade, com psicologia trocada. ?

um Dr. house proletário

Só meto a minha pila em quem me respeita pelo que sou e não por putazinhas de andar às compras
um Doctor House vadio

estou a caminhar no sentido contrário
no auge da minha falta de autoestima fui comprar uns all star de 75 euros, e vim para casa mais satisfeito
há dias fui à salsa comprar jeans de 60 euros
e vim para casa mais satisfeito
acho que é asism que consigo fazer com que as gajas me dêm atenção

isso é coisa de robot... no final acordas com essa percepção... e depois ficas fodido como foste tão otário em seguir as leias da publicidade... essas leis são para o gado... tu esqueceste momentaneamente isso. A floribela é para o gado. A tv portuguesa é para o gado. Os outdoors são para o gado. As piscinas publicas são para o gado. E tu, no entanto... caíste!
Não tens nojo?

não
aflige-me, mas quero ser como eles
só assim conseguirei impressionar gajas
as gajas boas
foda-se
ainda me falta comprar perfume e relogio, e mais calças e camisas e t-shirts e carro
foda-se
e depois disso tudo tenho de ler paulo coelho e saber as letras da nelly

As gajas boas são todas otárias não? vestem roupa colorida, passeiam na mango com olhares de ciumentas, umas pas outras, não falam de nada com os namorados, saiem em grupo e parecem galinhas, metem NOJO... e o perfume que impesta o elevador... E as paranoias dessas gajas, atam desatam dos namorados, histéricas, vitimas forçadas de espancamento, pudicas do sexo anal, ou quando estão bebadas
tá tudo bem. E mostram a casa aos amigos, os vasos laranja chique da loja de decoração onde os maridos vivem creditados. queres uma pêga reumática do socialite para te chupar tudo! Isso é ilusão. Essas gajas não servem para nada. Conas há muitas!
Conquistar uma miuda, com a roupinha da floribela, vender-lhe 10 frases decoradas dos livros do jumbo, e meter no seu carro novo do papá um cd da nelly puta furtado... Não há paciência! Aguentas isso?

eu queria isso
queria comer uma floribella
preciso disso tudo
e sinto que a minha intelectualidade incompleta está a barrar-me o caminho

Isso é fácil. Isso é o que está lá fora. A sociedade é isso tudo. É a coisa mais fácil do mundo. Não tens que pensar, basta seres mais uma pêga e teres amigos pêgas, presos em arames uns aos outros por paz podre e humor fácil. É tão booooring, tão preto-branco, tão nada. È como ir ao amoreiras ver um filme de merda, em que todos se riem e só tu não te ries, e não entendes porquê.
já me aconteceu
sinto-me o enfadonho do grupo

É sair do filme, e seguir aquela fila humana até à saída, passo a passo, enquanto ouves comentários laterais: "foi o melhor filme da minha vida", "o cão é mais inteligente que o homem", "foi por isso que eu te chamei cão"... e ficas a pensar, a pensar... que mundo é este? Mas são comentários de gente com 30, 40 anos... Quem és tu?

quando isso acontece
eu não tenho caracter para conquistar uma gaja inteligente

Mp3, pirataria, sexo anónimo, vinho, consola, putas, chapadas, correr de madrugada, violar pessoal do taxi, roubar cuecas das velhas e vestir de manhâ, chupar muito, comer bem, emborcar concertos e tertúlias do bem. Chega! Essa é a solução!

não tenho ninguém assim perto de mim
ou não conheço
e se tivesse, não estaria á altura

As gajas inteligentes, são reprimidas e reagem a tudo o que lhes é questionado, estão sempre em defesa, contra o machismo que lhes foi ensinado como coisa má pelas mães hippies. E é coisa má. Mas ainda não é nesta geração que uma gaja inteligente vai ser uma gaja como um gajo normal. Pena.

o meu problema neste momento
é que ue não sou uma coisa nem outra
não sou o beto frequentador do holmes place que cheira bem e aparece nos anuncios da vodafone
nem o dr house proletário que lê marx

manda foder o mundo. Não fodas durante um ano, odeia quem tu poderias amar só pelo cheiro.

sou a merda que está no meio

Manda foder as gajas.

quais gajas?
todas?

Num ano ganhas nova aspiração, novo poder sensual corporal odor que as vai deixar loucas, se querem gramar com a tua pessoa que te mamem!
TODAS!

e as que eu amo?

as gajas são umas putas!

As que amas, deixas de amar.

como?

Como?
Anulas o amor.
Elas que to dêm!
Porque é que tens que ser tu atrás?
Que se fodam!

como é que anulo o amor?

Com ódio!
Com nojo e ódio! Com nojo da merda!

se me sinto na merda quando não me respondem às mensagens e só me apetece ir para casa enfiar a cabeça na almofada

Transforma esse amor em merda! E tás safo.

acho isso uma aberração

Isso é coisa de miudo daizy, de escuteiro larilas...

acho contra-natura combater o amor que sinto por elas

Aberração é perderes o tempo com quem não te merece. Ainda não entendes pois não?

quem é que me merece?

A LOBOTOMIZAÇÃO acabou nos 60.
Tu não és robot, tu não és o escravo sentimental. Tu tens um balanço pra fazer ao final do dia: o bom e o mau, o usado o que usaste, em que queres ficar?
Vais ser sempre o tipico gajo que gosta de ser pau mandado? o babaca? o toni que ama tudo e todos e depois é só isso, porque o handicap deixou-te lélé e fraco...
Isso é mau!

eu quero chegar ao fim do dia e ouvir a gaja dizer que eu sou o maior

lol... és o maior porque?

porque ela me ama
ou melhor, por ela me amar

Eu sou o maior, se o merecer - essa é a lógica. O resto é demagogia de puto que cresceu a ver tom cruise.

nessa situação hipotetica

E se te ama, diz-te a verdade.
Senão és o maior, se és apenas o amor, o amado, o amante, chega!
Porque é que queres ser o cromo da relação?

não quero ser o cromo da relação
o meu orgulho afasta-me disso
mas sinto-me fraco demais para o combater quando amo uma gaja

Uma relação é uma luta a dois, é árdua, e os fracos desistem ao principio. Se queres uma gaja que te chame coisas bonitas, compra um daqueles pássaros que repetem frases.

eu sou dos que desiste ao principio

Se amas de verdade, sê tu próprio, e tira as mãos dos bolsos, deixa de olhar para o chão, não arranjes desculpas com o telemovel, NÂO SEJAS AUTISTA, sai desse teu mundo só teu. Se amas, o mundo deve ser aberto, deves sorrir para todos, gritar com o mundo. Questiona tudo, até debaixo das pedras.
Isso é amor, o amor vê-se, apalpa-se, não vês? Se amas, as pessoas devem reparar, e sim serás o maior.
vou pro sofá. Beijo

voltas quando?


O doctor house está sempre presente....


publicado por Bisbilhoteiro às 18:07
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

.PodCast




.pesquisar na Vaca

 

.Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Conversas com o Doctor Ho...

. Conversas com o Doctor Ho...

. Conversas com o Doctor Ho...

. Conversas com o Doctor Ho...

. Conversas com o Doctor Ho...

. Conversas com o Doctor Ho...

. Conversa com o Doctor Hou...

.arquivos

. Abril 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

. Dezembro 2003

. Novembro 2003

.tags

. todas as tags

.links

.subscrever feeds

.Rádio FLAMA ETERNA

http://84.90.106.32:8000

.Translation

.Meter

eXTReMe Tracker

.Cena

SAPO Blogs

.subscrever feeds