Terça-feira, 12 de Fevereiro de 2008

Menina pequena encontra o amor na Casa-de-banho

melhor foi aqui há uns meses que apanhei uns gajos a foder na casa de banho

puta deslavada

uma merda de uma anâ

1 gaja com sei lá aquilo nem deve chegar ao metro e meio

bem lá nos conhecemos e eu nao queria foder com uma gaja que quando estou de pé nao sei onde é que ela anda

tavamos na festa e essa gaja já andava a ser comida por 1 amigo e eu e mais uns quantos gajos queriamos ir mijar

batemos à porta e nada

1, 2, 3x foda-se!

eu arrombo a porta

estava aquela puta deslavada com a perna alçada em cima da maquina de lavar roupa e o gajo a dar-lhe com o nabo

FODA-SE, também só lhes disse, foda-se mexam-se caralho que o people quer ir mijar

 

eu a pensar que tava lá um gajo qualquer agarrado à pia a chamar pelo gregório e tava aquela vaca ali


publicado por Bisbilhoteiro às 19:56
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 30 de Julho de 2007

Foda na Segurança Social

Quando me sentei naquele lugar, simplesmente cruzei as pernas, e meti o caralho de fora. Queriam não era?

Cruzado com um semi riso, desdenhando uma posição de atitutde ousada, indo claramente contra a papa dos pescoços dos velhos.

E eles não gostaram.

Um a um, vinham se sentar nas cadeirinhas de veludo azul a meu lado, que se foda,

o ar ficara mais apertado, denso, e o cheiro a cús tornara-se um desenho a grosso no ar.

O marcador dos cardápios fodíveis, marcava passo, lentamente, e passara... tempo.

Não fodi ninguém.

A miúda do fio dental dentro das calcinhas de puta transparentes, arqueava a anca, também ela era como eu, sim, bem mais puta que eu.

Cocei-lhe os lábios sem querer, e ela amou-me logo ali.

Depois foi disparar coisas bonitas, e em soluços rápidos em cima das banquinhas das velhas de cabelo curto, fornicamos à boa maneira.

Oh querida!

Ejaculei, suei, tornei-me num porco de verdade, oinc oinc, a velha dos dentes amarelos não baixou o olhar, deixei-lhe uma sugestão em forma de esporra na sua secretária de mamâ que faz casaquinhos de lâ.

Toma lá.


publicado por Bisbilhoteiro às 10:57
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 11 de Janeiro de 2007

Lingua Portuguesa

Carolina Salgada disse ao juiz de instrução do processo Apito Dourado, Pedro Miguel Vieira, no passado dia 18 de Dezembro, que Pinto de Sousa não conseguia negar favores a Valentim Loureiro.

Carolina revelou ainda que Pinto da Costa também participava em Orgias com Valentim Loureiro e Pinto de Sousa no restaurante Degrau Chá, próximo do Estádio do Bessa e propriedade da família do major. E estabeleciam ali relações sexuais de índole agressiva, citou: "Ele perpetuavam o sexo sempre que podiam, era anal se fosse a tarde toda, ou então com outros aparelhos, género dildos."

Valentim Loureiro seria insistente e persuasivo na forma como abordava Pinto de Sousa. "Ele jamais sangrou do ânus" - Carolina recorda ainda um episódio ocorrido no Estádio do Bessa, no qual o major mostrava toda a sua indignação a Pinto de Sousa pelo facto de um árbitro não ter beneficiado o Gondomar.

Ao juiz, Carolina disse também que Valentim falava a Pinto de Sousa de contrapartidas para o uso do fistfucking mas eles não resistiam a doses indomáveis de prazer. "Proclamavam-se os avôs bairristas da foda lá do Porto" - Carolina repudia o estado sexual lamentável de Pinto da Costa, dizendo ainda: "Na altura eram só homens, claramente homossexuais cá em casa, e levavam o Pinto da Costa para sessões de sadomasoquismo, eu recordo que ele aguentava todas aquelas sessões de porrada, apesar da idade."

Entretanto a TVI passa uma novela portuguesa com trama semelhante, uma rapariga é drogada e violada, engravida e rejeita abortar, o conselho da irmã, que é a vilã da trama. Anos mais tarde volta a encontrar o violador e "parece" que se vai apaixonar por ele e no fim acabarão todos juntos, violador, violada e filho, felizes para sempre.


publicado por Bisbilhoteiro às 11:34
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 8 de Janeiro de 2007

A questão básica

2007 ano da queca.

A questão do sexo, a membrana... Adjectivo de vida perdida, menina sem perdão, que vivia desassossegada, encostada ao mastro de mil e uma bandeiras, e nunca a sua. Uma coisa era certa, o exercício com cada uma das insignias, a flexibilidade ganha, e muito liquido da vida tinha brotado. Obrigado mãe natureza, rei dos cavalos do mais enorme piço, e obrigado mãe mamífera da grande vagina boreal.

O oxigéneo bem podia ser o aroma perfumado das bordas acopladas e externas do útero, um cheiro intenso, a electrecidade. E deixa-te estar, que estás quentinha, amanhâ fodes mais. E se caíres acordas dum sonho para o outro, são de degraus amor, e até podem ser aquecidos se deres ao interruptor.

O sexo não deve ser só abanar na cama e pontuar a miríade das outras sluts.

tags: ,

publicado por Bisbilhoteiro às 23:24
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 28 de Novembro de 2006

Crianças do Pré-escolar

 

Elas

vêm incontidas

em diligências espaciais

a brincar ao zé-zé camarinha

quase sempre despidas de base eunuca

e permitem-se apalpar os seios que não há

das miúdas que enchergaram mais cedo ou mais tarde

o precioso falo injectador de útero.

No entanto, a seiva endurece em sentidos parciais,

a trupe deliberará com base em conceitos dos velhos,

que normalmente o macho irá para ali

e a fémea para outro lado,

e no montante físico,

valerá a fibra do macho-pilão,

reencontrando-se a serva-fémea nos tachos e na amálgama da cusquisse,

poderá haver machos enfadonhos da intriga também,

mas o que realmente convém

é que a fémea não faça despreendimento de "cona"

pois trabalhos físicos são dos machos - diz a lei.

(Desenho de Jaime, 6 anos, futuro maricão ou bom homem para casar dama loira)


publicado por Bisbilhoteiro às 09:43
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
|

.PodCast




.pesquisar na Vaca

 

.Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Menina pequena encontra o...

. Foda na Segurança Social

. Lingua Portuguesa

. A questão básica

. Crianças do Pré-escolar

.arquivos

. Abril 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

. Dezembro 2003

. Novembro 2003

.tags

. todas as tags

.links

.subscrever feeds

.Rádio FLAMA ETERNA

http://84.90.106.32:8000

.Translation

.Meter

eXTReMe Tracker

.Cena

SAPO Blogs

.subscrever feeds