Domingo, 5 de Outubro de 2008

Noites Mornas

Eram quatro da manhã quando chegou a casa. Atirou as chaves para um lado. O casaco para outro.

Vinha de um aniversário. A noite fora morna. Cheia de gajas com hormonas a fervilhar. As dele também. Não parava de pensar nas mamas da pita que se andou a roçar nele a noite inteira. Era jeitosa mas mais nova do que ele, o que era um problema...

O problema das adolescentes é desejarem muito muito uma coisa (ex: pila) num dado momento e se arrependerem muito muito no momento seguinte, quando normalmente já não há nada a fazer.

O problema dele era confundir muito muito a sua necessidade de sexo com a sua muita muita falta de amor. E havia outros problemas espalhados pelo mundo, com os quais não se preocupava tanto.

Na manhã seguinte passou na loja de Tatuagens Abstractas. Estava muito muito decidido!

"Bom dia."

"Heh."

"Quero uma tatoo, please."

"Hm..."

"Quero que me desenhe no calcanhar os dedos de uma mão em forma de metade de coração. Na outra metade, na metade que falta, não ponha nada. Ou... hmm... bom, escreva só muito muito."

"Qual é o calcanhar?"

"Este."

"Mão."

"Canhota."

tags:

publicado por andreyev às 04:06
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 27 de Setembro de 2008

Noites Negras

 

Lavou os dentes, sentou-se na cama, respirou fundo. 

Reviu o episódio da tarde...

 

"Eu pedi mousse de chocolate, não pedi nada desta nhanha"

"Trouxe-te o que pediste..."

"Olha, vai à merda!"

"Tu fala-me bem."

Ela saíu, furiosa, arrastando involuntariamente a alça da mala no prato.

   

Ao final da tarde passou na loja de Tatuagens Abstractas. Entrou.

"Quero tatuar a palma da minha mão."

"Qual?"

"Esquerda."

O velho fez um esgar condescendente. Ergueu a broca e escreveu-lhe para sempre na palma da mão, do pulso para o dedo médio, em arabescos de inclinação gótica:

 

"You go your way, I'll go your way too".

 

"Durante três dias, não faça esforços com esta mão"

Saíu com as mãos nos bolsos.

 

Deitou-se na cama.

Masturbou-se à canhota durante horas.

Chorou e sangrou a virgindade da sua namorada menor.

tags:

publicado por andreyev às 03:39
link do post | comentar | favorito
|

.PodCast




.pesquisar na Vaca

 

.Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Noites Mornas

. Noites Negras

.arquivos

. Abril 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

. Dezembro 2003

. Novembro 2003

.tags

. todas as tags

.links

.subscrever feeds

.Rádio FLAMA ETERNA

http://84.90.106.32:8000

.Translation

.Meter

eXTReMe Tracker

.Cena

blogs SAPO

.subscrever feeds