Sábado, 13 de Agosto de 2005

Copos

Um gajo bebe uns copos
e a seguir engole litro e meio de água
está tão bêbado
quando dá por ele
está a meio.

A paixão pelo sol da praia
numa esplanada
com a tal sombra fantástica
desarmada apenas armada
ali por cima do nosso cabelo.

Tremer de prazer
engulir o trago
reconhecer cada porção do liquido
criar asas e voar
no copo.
E damos por nós
muito mais sentimentais
afinal quem é que é mais sentimental do que eu
pensamos nós
em gritinhos que tanto falam
sorver cada cerveja
fazer dela a razão
para nos perdermos
no abismo
que é a benção.

A bebedeira é mais sentimental do que eu
fica sempre bem/mal sofrer
gritar por dentro
palavras fortes
que batem nos olhos que riem
e o bêbado torna-se condicional
só aceita se for apenas dela
da bebedeira doméstica.

la laaa laa la la
oo na ra la la la
ra la la
na rara

E depois bebe mais,
pausa de meia hora
stop, jantar a seguir
e vinho
e vomita aqui e ali - não. Conseguiu parar a tempo. Verte para dentro. Stop. Rebola na pedra fria mas na noite quente. Afinal ainda é verão. E suor audiência. E vais lançado!

A próxima acção vai ser pouco divertida
vai no auje acompanhar a legião
no shakra das pessoas
e sentam-se ao desbarato em cafés nas avenidas
e não há romance.

O bêbado desespera.

A noite vai passando
e termina o aviso
passa-se a ver coisas bonitas
passa por mim
ter que ser lindo para as pessoas lindas
e certezas de bêbado,
tropeça a tropeçar
e vai para casar.
... Dormir? Não!

Vai se afogar na escuridão!
Vai comer qualquer coisa!
Vai beber o remédio dos americanos!
Vai acidar com acucares!

Mas hoje não...

Todo o esgoto orgânico
que são tubinhos de intestinos parvos
ali inundados de vapores
duma acidez atroz que consome
ardor e fogo no estomago
e doi!
E doi tanto!
E não se controla, e não liga.

Ou até nem é nada disso
quem é que não tem prazer a magoar as gengivas?
Quem é que não gosta de esperar para cagar
ostentar o cagalhãozito o máximo tempo possível
o teorema da merda
o imbróglio do mamífero
O metabolismo em cores de almodovar
dissipa as energias
e como uma táctica militar
expele-se sempre: a merda.
Quem não gosta de se contorcer naquele leve prazer
os gases que por vezes
pelo auto-controlo do ânus fechado.
Porque é que se há-de correr, para quê?
Dà prazer.

Controlar, e neste controlo benovolente
ganha-se consideração pelo cagalhão,
pela merdinha creme, sopa bem passada com relevos de pastel
carne, creme, beije, cor de outono de amor
e até pode ser.
Uma lição natural da natureza
as fezes são para sair
nem que as ames muito
elas não te amam.

E todo o jogo do prazer
controlar o nicho exuberante dos calores
onde os pais metem termómetros nos filhos
quando são pequeninos,
é o melhor sítio do mundo.

E não!
Tanto auto-controlo no prazer,
mas euforia a menos,
racionalizar o preconceito de cagar
é perceber que é pior.
Afinal o bêbado
anda muito obediente com a vida do ócio.

Faz-lhe a folha
ó pedante cagalhão
deixa ele brincar com você
refrão do bloco
do cagão
deixa ele pintar as sanitas
mas se ele vem com mania
que tudo controla
não o deixes
e caga-lhe as calças
desse falso samaritano pouco contemplativo
com as maresias do ânus.
Nota falsa
resposta estupida
hoje vais levar com ele.

E tanta acidez do alcool,
injectado pela boca de humano de pouca inteligência
metido lá para dentro
como se mangueiras fossem
cevada gazeada
a dar estimulo alimento
tudo lá para dentro.

E o bêbado, não se controla
nem um "cuidado aí"
"Não jogues no chão!!!"
E sai!!!
Sai o sustento do cagalhão
a diarreia - meu bem!
E nem choras
não podes - meu bem!

E tás ali com a cueca de marca
presa ao cú suado
e só sentes a merda a sair em jorro autêntico
(a vida segue adiante)


publicado por Bisbilhoteiro às 16:55
link do post | favorito
Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


.pesquisar na Vaca

 

.Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Katya Da Bimba

. Dicionário Japonês

. Blowtime

. Conversas com o Doctor Ho...

. Passion Pit: Manners

. Um asno sem sentido único...

. Relembrar a PAM#7

. Relembrar a PAM#6

. Relembrar a PAM#5

. Relembrar a PAM#4

. Youtube fuck off

. Relembrar a PAM#3

. A Vaca é Moral

. Conversas com o Doctor Ho...

. Paulo Pedroso chupa-me o ...

. FC PORCO é campeãum...

. História com continuação

. Ryu paneleira da praça

. Roisin Murphy para vocês ...

. Satanás Loves Padre Pedóf...

.arquivos

. Abril 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

. Dezembro 2003

. Novembro 2003

.tags

. todas as tags

.links

.subscrever feeds

SAPO Blogs

.subscrever feeds